Fábrica de Cartuchos de Realengo é tombada para fins histórico-ambientais

Os deputados estaduais do Rio aprovaram na terça-feira (18), com 51 votos favoráveis, dois desfavoráveis e uma abstenção, o tombamento da antiga Fábrica de Cartuchos de Realengo por interesses histórico, cultural e ambiental.

A área arborizada de 14,5 hectares deverá se transformar no Parque 100% Realengo Verde, conforme prevê o projeto de lei 4220/2018, da bancada do Partido dos Trabalhadores da Alerj (André Ceciliano, Waldeck Carneiro e Zeidan Lula), incluindo Gilberto Palmares, que também foi parlamentar na Casa Legislativa.

“Essa conquista é fruto da luta dos movimentos sociais e ambientais da Zona Oeste. Essa área é um pulmão da natureza em Realengo, uma área verde que melhora as condições climáticas e a respiração dos moradores. Portanto, os residentes da localidade queriam e ganharam este espaço”, afirmou o deputado Waldeck Carneiro, um dos autores do texto, que participou de reuniões dos movimentos de luta pela manutenção da área verde.  

A área do futuro parque estava ameaçada pela especulação imobiliária e mobilizou protestos de moradores da Zona Oeste, ecologistas e parlamentares. O projeto seguiu para sanção do governador Wilson Witzel.

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários

Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen windows 10 satın al windows 10 pro satın al