Mutirões de cirurgias oftalmológicas zeram filas de espera em Búzios

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

As cirurgias ocorrem dentro de 30 dias, após o primeiro atendimento, e acertam o fluxo de atendimento na rede municipal

Os mutirões de cirurgias oftalmológicas realizados em Búzios,nos meses de abril e maio, zeraram as filas de espera e regularizam o fluxo de atendimentos para o tratamento dessas doenças. No sábado (23), na Policlínica de Manguinhos, foi realizada uma capsulotomia YAG Laser, que é uma técnica cirúrgica que trata a opacificação da cápsula posterior do cristalino com segurança, eficácia e sem dor.

No mesmo dia também aconteceu a consulta de retina, em que a médica examinou os pacientes que fizeram os exames no dia 18 e ainda os exames relacionados ao glaucoma (campo visual computadorizado, paquimetria ultrassônica, microscopia especular de córnea e curva tensional diária).

Publicidade

Desde o primeiro mutirão, seguindo o atendimento de fluxo, já foram realizadas 76 cirurgias de catarata, 23 de pterígios, e 67 consultas especializadas de retina e glaucoma. O Hospital Municipal Rodolpho Perissé (HMRP) dobrou sua capacidade de atendimento no centro cirúrgico da unidade a partir de março deste ano.

O município quer zerar a fila de espera definitivamente em todas as especialidades médicas. A espera por cirurgias, como as de catarata, era de antes da atual gestão. Mutirões de outras especialidades médica estão acontecendo na cidade.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Últimas Notícias

MPRJ e Polícia Civil realizam operação contra organização criminosa de compra e venda de combustíveis através de empresa fantasma

Lucy Alves é a grande atração do Arraiá de Maricá neste fim de semana

Macaé terá retorno de voos para Campinas a partir de agosto

TSE define teto de gastos para campanhas nas eleições de 2022

Festa de São Pedro

Búzios celebra São Pedro, santo padroeiro dos pescadores, neste final de semana

Cabo Frio poderá proibir queima, soltura e comercialização de fogos de artifício de estampido