IML de Cabo Frio segue fechado após quatro anos sem serviços

Instituto Médico Legal (IML) de Cabo Frio está sem funcionar desde 2016. Serviços de necropsia são feitos em Macaé e São Gonçalo

Há quatro sem funcionar, o Instituto Médico Legal (IML) de Cabo Frio segue sem prestar serviços à população. O caso se tornou pauta novamente entre os moradores, após o desaparecimento do motorista de aplicativo, Brian Araújo Aranha.

O jovem, de 28 anos, é morador do segundo distrito de Cabo Frio, e desapareceu no dia 12 de novembro ao sair para fazer uma corrida particular para Rio das Ostras. Nesta quarta-feira (2), a equipe de buscas da Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Guardas Marítima e Ambiental localizaram um corpo já em estado de decomposição, na mata conhecida como Chavão, em Tamoios.

Brian Araújo, motorista de aplicativo desaparecido. Imagem: Redes Sociais/Reprodução

Ainda não há confirmação de que o corpo seja de Brian. Apesar de ter sido encontrado em Cabo Frio, a polícia encaminhou o cadáver para Macaé para a realização do exame de reconhecimento, pois a unidade de Cabo Frio segue fechada.

Com a repercussão do caso, a população voltou a cobrar respostas sobre o IML de Cabo Frio. O prédio desativado em abril de 2016 por conta de obras de responsabilidade do Governo do Estado. O IML é um órgão público subordinado à Secretaria de Estado de Segurança Pública e responsável pelas necropsias e laudos cadavéricos para polícias científicas.

Em resposta à Prensa, a prefeitura de Cabo Frio informou que desde o fechamento da unidade, as necropsias estavam sendo realizadas na unidade de Araruama, que suspendeu as atividades a partir de maio deste ano. Desde então, os serviços são feitos no Posto Regional de Polícia Técnico-Científica (PRPTC) em Macaé e São Gonçalo, de acordo com a proximidade de cada ocorrência.

Segundo o órgão, o IML só poderá voltar a funcionar depois que o Governo do Estado fizer as obras de recuperação no prédio. No mês de julho deste ano, o então secretário de Estado de Infraestrutura e Obras, Bruno Kazuhiro, inspecionou a unidade, ao lado de equipes da Secretaria de Obras do município.

A inspeção atendeu a solicitações deputado estadual, Subtenente Mauro Bernardo (PROS). As demandas voltaram a ser levadas ao conhecimento do governador em exercício do Estado, Cláudio Castro.

Além de Cabo Frio, o IML do município atendia as cidades de Arraial do Cabo, Armação dos Búzios, São Pedro da Aldeia e Iguaba Grande.

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários

Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen windows 10 satın al windows 10 pro satın al