Ibama concede licença para construção de usina termelétrica em Macaé

Construção da UTE Norte Fluminense 2 pode gerar cerca de 1.800 empregos ao município, segundo a empresa Electricité de France (EDF)

PROLAGOS 300_250_pix

O Ibama concedeu na última quinta-feira (7), licença ambiental de quatro anos para o grupo francês Electricité de France (EDF), proprietário da usina termelétrica (UTE) Norte Fluminense 1, para a construção da usina termelétrica a gás natural Norte Fluminense 2 em Macaé.   

De acordo com informações do Click Petróleo e Gás, com a licença prévia, a empresa poderá cadastrar o projeto da usina em um futuro leilão de energia nova do governo federal. Se escolhida, a EDF definirá o cronograma de construção do empreendimento. 

Ainda segundo as informações, a previsão é de que levará 48 meses para concluir a construção. As obras da usina começarão logo que for emitido a licença de instalação pelo Ibama. 

Com a construção, a EDF estima que os empregos durem cerca de quatro anos, e que o canteiro de obras gere 1.100 oportunidades durante a fase de instalação, podendo chegar a 1.800 postos.

A Norte Fluminense 2 terá potência de 1,7 GW. O maior agente de geração fóssil em operação atualmente, a UTE Porto de Sergipe I, tem potência outorgada de 1,5 GW, segundo dados da Aneel. 

Comentários