Delegado da Polícia Civil de Rio das Ostras é transferido

Transferência é periódica e ocorre , aproximadamente, a cada 1 ano e meio.

PROLAGOS 300_250_pix

Após 1 ano e 5 meses, o delegado titular da 128ª Delegacia de Polícia de Rio das Ostras, Dr. Ronaldo Cavalcante, se despediu da DP nesta semana. O delegado parte para um novo desafio no município vizinho, Casimiro de Abreu (121ª DP). Transferência é rotina na Polícia Civil e ocorre , aproximadamente, a cada 1 ano e meio.

De acordo com informações do O Dia, sua gestão ficou conhecida no município pela produtividade alcançada. Em 2019, a DP 128ª ficou em primeiro lugar no índice de produtividade de combate à violência entre as delegacias de médio porte, no interior do Rio, e foi a segunda colocada entre todas as delegacias do estado, atrás apenas, da Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM), na capital, referente ao ano de 2019.

Entre os casos resolvidos, os que tiveram maior destaque foram: A ‘Operação Toy’ realizada em parceria com o MPRJ, que prendeu e apreendeu 38 envolvidos com tráfico de drogas, da organização criminosa do Terceiro Comando; A prisão dos suspeitos (ex companheiro da vítima e seu irmão PM) de matar e sumir com o corpo da jovem Jennifer Tifany, de 23 anos; E a prisão do chaveiro Cosme Luiz dos Santos (64), procurado pela polícia por homicídio doloso, acusado de atropelar e matar o jovem David Pires da Silva (20), após a vítima esbarrar no retrovisor do seu carro.

Dr. Carmelo Santalucia continua na sede policial de Rio das Ostras como delegado adjunto. Quem assume a DP de Rio das Ostras é o delegado Dr. Roberto Ramos, que vem da 20ª DP de Vila Isabel, no Rio de Janeiro.

Comentários