Comsercaf terá que responder sobre aterro de lixo em terreno de Cabo Frio

MPF exige respostas da Comsercaf após denúncia de despejo de lixo em terreno no bairro Monte Alegre, em Cabo Frio

Após a circulação de imagens e vídeos nas redes sociais que mostram o despejo de lixo doméstico em um terreno no bairro Monte Alegre, mais conhecido como Boca do Mato, em Cabo Frio, o Ministério Público Federal (MPF) emitiu um despacho questionando a Comsercaf e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

A empresa responsável pelo serviço de coleta de resíduos no município terá que responder sobre a denúncia feita nas imagens, que além do despejo de lixo, ainda mostra o aterramento com o uso de máquinas. O terreno fica localizado em local próximo ao hospital do Jardim Esperança.

Segundo o MPF, a companhia terá que informar se a atividade foi licenciada pelos órgãos ambientais municipais e estaduais e, em caso negativo, esclarecer as providências que serão adotadas para punir os responsáveis.A Consercaf ainda terá que esclarecer se o despejo de resíduos afeta o corpo hídrico federal ou causa impactos em outros bens ou interesses da União.

O órgão estabeleceu um prazo de 30 dias para a companhia responder aos questionamentos.

A Prensa entrou em contato com a Prefeitura e a Comsercaf, e aguarda respostas.

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários

Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen lisans satın al office 2019 satın al follower kaufen instagram follower kaufen porno