Menu

Cidades

Comerciantes de Rio das Ostras estão otimistas com o Dia dos Namorados

dia dos namorados

 

dia dos namorados2

Laís Vargas

Faltando um final de semana para o Dia dos Namorados, que cai na próxima segunda-feira, dia 12, os casais começam a olhar as vitrines para imaginar o que poderia agradar a cara-metade. Comerciantes de Rio das Ostras apostam na data romântica para o incremento de 8% nas vendas.

Há dois anos namorando, Thatiana Almeida, de 33 anos, já se adiantou e comprou o presente de Fábio Alcantara, de 30 anos. “Tem várias opções nas lojas. Tanto em Macaé, quando aqui em Rio das Ostras, onde moro e acabei comprando. Dá para todos os bolsos e gostos”, conta ela, sem revelar o que comprou para o namorado.

Já Alcantara afirma que já sabe o presente ideal para a namorada, mas que ainda não foi às compras. Ele faz como boa parte das pessoas que deixam tudo para a última hora. “Queria achar algo realmente bom para dar para ela. Mas fiquei indeciso e não consegui comprar. Mas ela me deu uma dica e agora já sei”, brincou Fábio.

A gerente de uma loja de roupas, Vanessa Cabral, conta que muita gente vai deixar para ir as comprar no fim de semana ou até na própria segunda-feira. “O movimento ainda está tímido. Mas esperamos que o ponto alto da semana seja no sábado e na segunda-feira”, avalia.

E se o amor era sinônimo de buquês de rosas, hoje, o perfil é se alterou. “Buquês de rosas vermelhas ainda são muito encomendados. Mas, atualmente, temos muitos pedidos de cestas de café da manhã e ursos de pelúcia para acompanhar esse presente. Temos recebido muitas encomendas desde a última quarta-feira, mas o movimento maior será no sábado e na segunda”, diz Vanessa Cantalejo, que tem uma floricultura no Centro de Rio das Ostras.

Para Camila Cruz, gerente de uma rede de franquias de chocolateria na cidade, a expectativa é que as vendas devem ficar maiores na segunda-feira. Este ano, a novidade para chamar a atenção dos clientes é são os brindes que acompanham compras acima de R$ 80.

“As redes sociais são um grande canal de propaganda para as lojas. Muita gente vê na internet e vai até as lojas para comprar os produtos divulgados. E como muitos deixam para comprar de última hora, o final de semana será de muito movimento”, comentou Camila.

 

 

Comerciantes de Rio das Ostras estão otimistas com o Dia dos Namorados

dia dos namorados

 

dia dos namorados2

Laís Vargas

Faltando um final de semana para o Dia dos Namorados, que cai na próxima segunda-feira, dia 12, os casais começam a olhar as vitrines para imaginar o que poderia agradar a cara-metade. Comerciantes de Rio das Ostras apostam na data romântica para o incremento de 8% nas vendas.

Há dois anos namorando, Thatiana Almeida, de 33 anos, já se adiantou e comprou o presente de Fábio Alcantara, de 30 anos. “Tem várias opções nas lojas. Tanto em Macaé, quando aqui em Rio das Ostras, onde moro e acabei comprando. Dá para todos os bolsos e gostos”, conta ela, sem revelar o que comprou para o namorado.

Já Alcantara afirma que já sabe o presente ideal para a namorada, mas que ainda não foi às compras. Ele faz como boa parte das pessoas que deixam tudo para a última hora. “Queria achar algo realmente bom para dar para ela. Mas fiquei indeciso e não consegui comprar. Mas ela me deu uma dica e agora já sei”, brincou Fábio.

A gerente de uma loja de roupas, Vanessa Cabral, conta que muita gente vai deixar para ir as comprar no fim de semana ou até na própria segunda-feira. “O movimento ainda está tímido. Mas esperamos que o ponto alto da semana seja no sábado e na segunda-feira”, avalia.

E se o amor era sinônimo de buquês de rosas, hoje, o perfil é se alterou. “Buquês de rosas vermelhas ainda são muito encomendados. Mas, atualmente, temos muitos pedidos de cestas de café da manhã e ursos de pelúcia para acompanhar esse presente. Temos recebido muitas encomendas desde a última quarta-feira, mas o movimento maior será no sábado e na segunda”, diz Vanessa Cantalejo, que tem uma floricultura no Centro de Rio das Ostras.

Para Camila Cruz, gerente de uma rede de franquias de chocolateria na cidade, a expectativa é que as vendas devem ficar maiores na segunda-feira. Este ano, a novidade para chamar a atenção dos clientes é são os brindes que acompanham compras acima de R$ 80.

“As redes sociais são um grande canal de propaganda para as lojas. Muita gente vê na internet e vai até as lojas para comprar os produtos divulgados. E como muitos deixam para comprar de última hora, o final de semana será de muito movimento”, comentou Camila.

 

 

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Bell Marques lança “100% Você”, empresa de suplementação

Portalmad Portas e Janelas investe em madeira sustentável

Lances para leilões on-line de bens de apartamentos decorados estão abertos

Piscinas devem ter uso consciente da água, diz especialista

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.