Atos contrários ao presidente da República Bolsonaro acontecem em vários estados do país

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Manifestantes que foram as ruas neste fim de semana levantaram pautas como o impeachment e vacinação

PROLAGOS 300_250_pix

Manifestações aconteceram em diversos estados do Brasil neste fim de semana. Desde a manhã de sábado (29), a sociedade civil participou de protestos contra o governo do presidente Jair Bolsonaro. Os manifestantes levaram pautas como o pedido de impeachment, aceleração da campanha de vacinação contra a Covid-19, extensão do tempo e valor do auxílio emergencial, além de questões de combate ao racismo e à violência policial e homenagem aos mais de 460.000 mortos pela Covid-19.

Os atos foram organizados pela oposição do governo como movimentos sociais, organizações sindicais e entidade estudantis. Além do Brasil, também ocorreram manifestações em outros países, por brasileiros que moram no exterior. As organizações recomendavam que os manifestantes usassem máscaras durante todo o ato.

No Rio de Janeiro, o maior protesto se iniciou na região central, iniciando na Praça Mauá, próximo à estátua de Zumbi dos Palmares e caminhou em direção à Avenida Presidente Vargas, em direção à Candelária.

Um dos marcos com maior repercussão aconteceu em Recife, pois a manifestação foi marcada por uso de gás lacrimogênio, tiros de bala de borracha e dois homens feridos no olho. O adesivador Daniel Campelo e o arrumador Jonas Correia foram atingidos ao passar pelo ato, mesmo não sendo parte do grupo que fazia as reivindicações. Segundo informações dos médicos, Daniel perdeu a visão do olho esquerdo onde foi atingido.

Por: Natalia Nabuco, estagiária sob supervisão da jornalista Débora Evelin

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email