Alerj aprova auxílio de renda emergencial para artistas

Auxílio de renda para artistas vale enquanto durar o estado de calamidade, e ainda deverá ser regulamentado pelo Executivo

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) votou uma medida que pode beneficiar os trabalhadores da cultura durante a pandemia do novo coronavírus. A determinação do projeto de lei 2.988/20 foi aprovada em discussão única, nesta terça-feira (25).

Com a aprovação, o Governo do Estado será autorizado a utilizar o Fundo Estadual de Cultura para instituir o pagamento de benefícios eventuais, renda emergencial e subsídios mensais aos trabalhadores da cultura.

O governador Wilson Witzel tem até 15 dias úteis para sancionar ou vetar o projeto. Caso seja sancionado, o auxílio ainda deverá ser regulamentado pelo Executivo, e segundo o governo do Estado, só valerá enquanto durar o estado de calamidade.

Segundo a Alerj, para viabilizar a norma, será criada uma ação orçamentária denominada “Ações Emergenciais Destinadas ao Setor Cultural”. O texto faz referência à Medida Provisória 990/20, do Governo Federal, que previu a transferência de R$ 3 bilhões a estados e municípios para auxílio ao setor cultural.

As adequações orçamentárias deverão ser atualizadas no Plano Plurianual 2020-2023. A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa disponibilizará no site todos os pagamentos efetuados e os respectivos relatórios de gestão.
Ainda de acordo com a Assembleia Legislação, o descumprimento de medidas de transparência acarretará aos gestores públicos responsáveis sanções administrativas, cíveis e penais cabíveis.

O pagamento do benefício poderá retroagir a primeiro de junho de 2020, ficando a critério do Poder Executivo.

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS DO RIO DE JANEIRO AQUI

Comentários

Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen windows 10 satın al windows 10 pro satın al