Menu

Cidades

Obesidade aumenta entre os homens e pode afetar fertilidade

Obesidade aumenta entre os homens e pode afetar fertilidade
Obesidade aumenta entre os homens e pode afetar fertilidade

A obesidade masculina mais que dobrou entre os anos de 2003 e 2019, passando de 9,6% para 22,8%. Além disso, no que se refere à alimentação, os homens (18,4%) consomem menos frutas e verduras do que as mulheres (27,2%), segundo dados do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), Vigitel 2019.

Nos homens, a obesidade aumenta o risco de câncer e pode levar à infertilidade e a uma série de disfunções urológicas, incluindo a impotência.

Isso porque a produção de testosterona nos homens, principal hormônio responsável pelo desenvolvimento e manutenção das características masculinas – e que controla a normalidade das funções e do desempenho sexual – diminui consideravelmente. “A pessoa obesa apresenta um desequilíbrio dos hormônios, o que pode acarretar em alterações no seu sistema reprodutivo. Além disso, os pacientes obesos apresentam um aumento do estresse oxidativo, que também é responsável pela piora da qualidade seminal”, explica o Dr. Bruno Bertoni Ferraz, urologista e especialista em infertilidade do Eco Medical Center em Curitiba.

Segundo o especialista, a produção de testosterona é realizada por células especializadas presentes nos testículos, mas o estímulo para essa produção vem de outros hormônios, provenientes da glândula hipófise, conforme as demandas particulares do organismo diante das diversas situações e momentos da vida de cada pessoa. “Normalmente, uma pequena parte da testosterona é transformada em um hormônio feminino chamado estradiol. Mas, quando um homem está com sobrepeso, esse processo de transformação é exacerbado, o que prejudica a formação de espermatozóides, diminui a libido masculina e, até mesmo, gera dificuldade de ereção”, explica Dr. Bruno.

O urologista Dr. Vinicius Bruce explica que, além da obesidade, o excesso de gordura corporal pode causar problemas nas articulações, problemas cardiovasculares e até mesmo estar relacionado com diferentes tipos de câncer.

“A obesidade pode causar ainda metabolismo desacelerado; predisposição genética; disfunções endócrinas e influência psicológica, como a ansiedade e depressão e outras condições que desencadeiam distúrbios alimentares”, explica Dr. Bruce.

Tratamento para a obesidade ou  impotência sexual?

É importante entender que é necessário tratar a causa da impotência sexual, neste caso, a obesidade. O ideal é que o paciente realize o tratamento para correção hormonal, dessa forma, é possível corrigir a produção de hormônios e a resistência à leptina.

Juntamente com o tratamento hormonal, é necessário que seja realizado uma mudança no estilo de vida, incluir novos hábitos alimentares, buscar um profissional de nutrição e a psicoterapia, para que seja possível tratar os casos de distúrbio alimentares, além de compor a rotina com atividades físicas para que seja possível alcançar a perda de peso.

Se mesmo com emagrecimento, a impotência sexual persistir, pode ser necessário buscar ajuda de um médico urologista para fazer uma nova avaliação sobre o caso e orientar sobre o tratamento mais adequado.

Tratamento em urologia:

O Eco Medical Center dispõe de equipe de urologia e laboratório capacitado para realizar quaisquer exames diagnósticos das patologias urinárias, exames radiológicos, tomografia computadorizada de , ressonância magnética e estudo urodinâmico (para incontinência urinária), além de endoscopias urológicas.

 

 

 

 

Obesidade aumenta entre os homens e pode afetar fertilidade

Obesidade aumenta entre os homens e pode afetar fertilidade
Obesidade aumenta entre os homens e pode afetar fertilidade

A obesidade masculina mais que dobrou entre os anos de 2003 e 2019, passando de 9,6% para 22,8%. Além disso, no que se refere à alimentação, os homens (18,4%) consomem menos frutas e verduras do que as mulheres (27,2%), segundo dados do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), Vigitel 2019.

Nos homens, a obesidade aumenta o risco de câncer e pode levar à infertilidade e a uma série de disfunções urológicas, incluindo a impotência.

Isso porque a produção de testosterona nos homens, principal hormônio responsável pelo desenvolvimento e manutenção das características masculinas – e que controla a normalidade das funções e do desempenho sexual – diminui consideravelmente. “A pessoa obesa apresenta um desequilíbrio dos hormônios, o que pode acarretar em alterações no seu sistema reprodutivo. Além disso, os pacientes obesos apresentam um aumento do estresse oxidativo, que também é responsável pela piora da qualidade seminal”, explica o Dr. Bruno Bertoni Ferraz, urologista e especialista em infertilidade do Eco Medical Center em Curitiba.

Segundo o especialista, a produção de testosterona é realizada por células especializadas presentes nos testículos, mas o estímulo para essa produção vem de outros hormônios, provenientes da glândula hipófise, conforme as demandas particulares do organismo diante das diversas situações e momentos da vida de cada pessoa. “Normalmente, uma pequena parte da testosterona é transformada em um hormônio feminino chamado estradiol. Mas, quando um homem está com sobrepeso, esse processo de transformação é exacerbado, o que prejudica a formação de espermatozóides, diminui a libido masculina e, até mesmo, gera dificuldade de ereção”, explica Dr. Bruno.

O urologista Dr. Vinicius Bruce explica que, além da obesidade, o excesso de gordura corporal pode causar problemas nas articulações, problemas cardiovasculares e até mesmo estar relacionado com diferentes tipos de câncer.

“A obesidade pode causar ainda metabolismo desacelerado; predisposição genética; disfunções endócrinas e influência psicológica, como a ansiedade e depressão e outras condições que desencadeiam distúrbios alimentares”, explica Dr. Bruce.

Tratamento para a obesidade ou  impotência sexual?

É importante entender que é necessário tratar a causa da impotência sexual, neste caso, a obesidade. O ideal é que o paciente realize o tratamento para correção hormonal, dessa forma, é possível corrigir a produção de hormônios e a resistência à leptina.

Juntamente com o tratamento hormonal, é necessário que seja realizado uma mudança no estilo de vida, incluir novos hábitos alimentares, buscar um profissional de nutrição e a psicoterapia, para que seja possível tratar os casos de distúrbio alimentares, além de compor a rotina com atividades físicas para que seja possível alcançar a perda de peso.

Se mesmo com emagrecimento, a impotência sexual persistir, pode ser necessário buscar ajuda de um médico urologista para fazer uma nova avaliação sobre o caso e orientar sobre o tratamento mais adequado.

Tratamento em urologia:

O Eco Medical Center dispõe de equipe de urologia e laboratório capacitado para realizar quaisquer exames diagnósticos das patologias urinárias, exames radiológicos, tomografia computadorizada de , ressonância magnética e estudo urodinâmico (para incontinência urinária), além de endoscopias urológicas.

 

 

 

 

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Empresa esclarece as diferenças entre os cabos elétricos de 750 V e os de 1 kV

Race kart da Elevar Energia destaca eixo social do ESG

Ecoturista é um amante da natureza que contempla a beleza do local

Shopping Park Lagos terá “Festival Comida de Boteco”

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.