Yaras vencem Colômbia e faturam invictas vigésimo título sul-americano de sevens

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Ouro garante a seleção brasileira no Pan-americano Chile 2023

A Seleção Brasileira Feminina manteve a hegemonia ao vencer mais uma vez de forma invicta a 21ª edição do Sul-americano de Sevens Feminino, em Saquarema, no Rio de Janeiro. Realizado no estádio Elcyr Resende de Mendonça pela Sudamérica Rugby, com apoio da Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) e da Prefeitura Municipal de Saquarema.

Na final, as Yaras bateram Las Tucanes colombianas por 27 a 0 e a experiente capitã Luiza Campos foi eleita a Melhor Jogadora do torneio. Além de consolidar o posto de principal seleção do continente, as Yaras garantem com o vigésimo título sul-americano a classificação para os Jogos Pan-Americanos de 2023, que serão realizados no período de 20 de outubro a 5 de novembro, na cidade de Santiago, no Chile.

O segundo dia da competição teve entre os destaques a semifinal entre as rivais Brasil e Argentina. As Yaras impuseram uma forte defesa que gerou as oportunidades que precisavam para vencer Las Yaguaretés por 27 a 0. Os tries brasileiros foram assinalados por Gabriela Lima (3) e Thalia Costa (2) e Luiza Campos marcou uma conversão. Na outra semifinal, a Colômbia despachou o Paraguai em uma partida muito concentrada no meio de campo e aproveitou as poucas chances que teve para ganhar por 7 a 0. Na disputa pelo Bronze, a Argentina se impôs fisicamente contra o Paraguai e subiu ao pódio ao ganhar por 17 a 0.

Publicidade

A finalíssima foi a confirmação do domínio das Yaras no rugby sul-americano. A seleção brasileira não deu a menor chance para a Colômbia e atropelou a adversária com o placar de 27 a 0. Brilhou novamente a força tática defensiva do time, com destaque para atletas como Marina Fioravanti, Luiza Campos, Mariana Nicolau e Cláudia Teles. Ao criar os espaços propícios ao contra-ataque, o Brasil aproveitou a velocidade e a habilidade de jogadoras como Gabriela Lima, Thalia Costa e Larissa Alves. Marcaram tries também para o time brasileiro as jogadoras Aline Furtado e Marcelle Souza (foto acima).

A capitã Luiza Campos anotou uma conversão e completou o placar contundente sobre as adversárias que vêm evoluindo seu elenco a cada ciclo.

 “A sensação é de orgulho em fazer parte deste time e desta história linda. Obrigado a todos que acreditam na gente. Nem toda batalha se vence, mas aqui na América do Sul as Yaras podem dizer que são no momento imbatíveis. Vamos seguir trabalhando forte para nos manter no topo e ajudar a elevar o nível do rugby feminino do nosso continente”, declarou Luiza Campos.

Galeria de fotos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Últimas Notícias

Shopping Park Lagos, em Cabo Frio, promove Festival de Tênis de Mesa neste fim de semana

MPRJ e Polícia Civil realizam operação contra organização criminosa de compra e venda de combustíveis através de empresa fantasma

Lucy Alves é a grande atração do Arraiá de Maricá neste fim de semana

Macaé terá retorno de voos para Campinas a partir de agosto

TSE define teto de gastos para campanhas nas eleições de 2022

Festa de São Pedro

Búzios celebra São Pedro, santo padroeiro dos pescadores, neste final de semana