Vereador Dr. Jairinho é preso por suposto envolvimento na morte do menino Henry

Vereador Jairinho é indicado como suspeito de atrapalhar a apuração e ameaçar testemunhas na investigação da morte de Henry Borel

O vereador do Rio de Janeiro, Dr. Jairinho (Solidariedade), foi preso pela Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (8), após desdobramentos das investigações do assassinato do menino Henry Borel, de 4 anos.

Além de Jairinho, que é padrasto da criança, Monique Medeiros, a mãe do garoto também foi presa. De acordo com a Polícia, o casal estaria atrapalhando as investigações e ameaçando testemunhas para combinar versões.

Os investigadores da 16ª DP (Barra da Tijuca) concluem que Henry foi assassinado no dia 8 de março, com indícios de tortura e sem chance de defesa da vítima. O menino foi encontrado na residência onde o casal vivia com marcas de hematomas, hemorragia na região frontal do crânio, e grande quantidade de sangue no abdômen.

Henry Borel, 4 anos, assassinado em março de 2021.

Os mandados foram expedidos nesta quarta-feira (7) pelo 2º Tribunal do Júri da Capital. Até o momento da prisão, os suspeitos negavam qualquer tipo de envolvimento com a morte do menino e afirmavam ter sido um acidente doméstico.

A prisão do casal é temporária, e terá um período de 30 dias.

Comentários

Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen lisans satın al office 2019 satın al follower kaufen instagram follower kaufen porno