Tradicional Folia de Reis pode ser transferida para julho em Búzios

Por conta da pandemia do novo coronavírus, as apresentações do Dia de Reis devem acontecer durante a festa da Padroeira da cidade

A Folia de Reis é uma das festas culturais mais populares e tradicionais do Brasil. O Cortejo de Santos Reis, como também é conhecida, é celebrado no dia 6 de janeiro, no Dia de Reis. Em Búzios, o Cortejo é uma tradição que este ano, por conta da pandemia do novo coronavírus, não acontecerá na data de costume. Luis Romano Lorenzi, organizador e idealizador da Folia de Reis na cidade, afirma que as apresentações devem acontecer em julho, durante as festividades da Padroeira San’t Anna, que é celebrada no dia 26.

  Folia de Reis Nossa Senhora Aparecida se apresentando em Búzios. Imagem: Reprodução/ Italva em Foco

 Romano explica que o evento não acontecerá justamente por conta da pandemia. De acordo com ele, a maioria dos foliões são pessoas idosas e do grupo de risco. Outro motivo é a aglomeração que seria gerada com o evento.  A Folia é uma iniciativa própria de Luiz Romano, que organiza esta ação de resgate da Folia de Reis e o Cortejo em Búzios.  

Imagem: Reprodução/ Italava em Foco

A Folia de Reis faz parte dos eventos culturais que foram adiados no Brasil por conta da pandemia, assim como o Carnaval no Rio de Janeiro, que este ano não vai acontecer em fevereiro. O evento está previsto para ocorrer no segundo semestre, nos dias 11 e 12 de julho.  

DIA DE REIS 

Segundo a tradição cristã, a data recorda o dia em que os três reis magos, Gaspar, Belchior e Baltazar, encontraram o Menino Jesus. Os reis teriam sido avisados do nascimento de Jesus e foram ao encontro Dele após terem sido guiados por uma estrela. De acordo com a narração bíblica, os Reis, presentearam o Menino com ouro, incenso e mirra. 

O ouro oferecido por Belchior, com origem da Europa, representa a realeza, o incenso, levado por Gaspar da Ásia, representa divindade e era usado para purificar o ambiente. Já a mirra, entregue por Baltazar, da África, representa as características humanas e mortais de Jesus. A mirra era usada como medicamento. 

HISTÓRIA DA FOLIA DE REIS 

A Folia de Reis está ligada a uma tradição cristã de origem portuguesa e espanhola. Acredita-se que foi trazida para o Brasil no século XIX. Ela é celebrada na religião católica com o intuito de comemorar a visita dos três Reis Magos ao Menino Jesus.  A celebração dura 12 dias e vai desde 24 de dezembro, véspera do nascimento de Jesus, até o dia 6 de janeiro, data na qual os Reis Magos chegam a Belém.  

Folia de Reis de Italva se apresentando na Igreja de San’t Ana, em Búzios. Imagem: Reprodução/ Iguaba em Foco

Um grupo de Folia de Reis é formado por um mestre ou embaixador, um contramestre, os três Reis Magos, os palhaços, os alfeires e os foliões. Os integrantes dos grupos usam fantasias coloridas, dançam e tocam músicas típicas com diversos instrumentos como, violas, reco-reco, tambores, acordeões, sanfonas, pandeiros, gaitas, entre outros. Cada grupo tem uma bandeira própria ou estandarte. 

As comemorações são realizadas de acordo com as tradições e particularidades de cada região do país. Seja com as comidas típicas, músicas, brincadeiras e danças variam com local onde ocorre o festejo. 

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários

Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen windows 10 satın al windows 10 pro satın al