Menu

Cidades

Tenemos que hablar!

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Rafael Alvarenga

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

É o que o futebol brasileiro anda dizendo. E os motivos estão em campo: Jesús Dátalo, Lucas Pratto, Frickson Erazo, Juan Cazares, Bruno Pereirinha, Fernando Barrientos, Juan Manoel Salgueiro, Joel Carli, Gervásio Núñes, Damián Lizio, Gustavo Canales, Fabián Balbuena, Ángel Romero, Luis Cáceres, Jorge Ortega, César Gonzales, Cesar Benitez, Nery Bareiro, Colin Kazim, Giorgian de Arrascaeta, Sánchez Miño, Lucas Romero, Matías Pisano, Ariel Cabral, Duvier Riascos, Ramón Ábila, Gatito Fernández, Michael Ortega, Federico Mancuello, Gustavo Cuéllar, Paolo Guerrero, Héctor Canteros, Miller Bolaños, Luis Manuel Seijas, Ariel Nahuelpán, Yonatthan Rak, D’Alessandro, Lucas Barrios, Agustín Allione, Jonatan Cristaldo, Yerry Mina, Alex Bolaños, Diederrick Joel, Patito Rodríguez, Maxi Rolón, Edwin Valencia, Emiliano Vecchio, Jonathan Copete, Jonathan Calleri, Diego Lugano, Eugenio Mena, Ricardo Centurión, Christian Cueva, Mark Gonzáles, Reinaldo Lenis, Oswaldo Henríquez, Rodney Wallace, Darío Conca, Alejandro Donatti, Martin Silva… E há ainda aqueles que me faltam à memória.

A copa de 1982 foi a primeira em que a seleção Brasileira de Futebol tinha em seu elenco jogadores que atuavam fora do país: Paulo Roberto Falcão (Roma, Itália) e Dirceu José Guimarães (Atlético de Madrid, Espanha). Daí o número só aumentou. Na Copa de 2014, entre os 23 jogadores convocados, apenas três jogavam no Brasil.

Os clubes brasileiros não conseguem segurar seus melhores jogadores, por isso miram nos Hermanos sul americanos, principalmente. Sendo assim, já que as leis são um reflexo das relações no mundo, nem que seja no mundo do futebol, a CBF alterou o Art. 40 do Regulamento Geral das Competições em 2014, “Os clubes poderão incluir nas súmulas de suas partidas até cinco (5) atletas estrangeiros.” Antes eram permitidos somente três.

Até a lei mudou. E agora sin hablan complica.

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Coletivo GRIOT promove cortejo de bloco afro no Canto do Forte, em Cabo Frio neste domingo (26)

Wine in Búzios 2024 anuncia programação do festival

Palestra em Búzios sobre paisagismo urbano e diversidade vegetal da Região dos Lagos  

Megaoperação policial desmantela império do tráfico do Comando Vermelho em Búzios e outras cidades do país