Rio de Janeiro tem programa econômico para famílias de baixa renda e trabalhares autônomos

Programa SuperaRJ tem objetivo de superar a crise econômica causada pela Covid-19

PROLAGOS 300_250_pix

Famílias de renda mínima e trabalhadores autônomos poderão se cadastrar no programa SuperaRJ, iniciativa criada pelo Governo do Estado com objetivo de ajudar no enfrentamento da crise econômica causada pela pandemia da Covid-19. O programa iniciará em junho e prioriza a população de vulnerabilidade social do Rio de Janeiro.

A medida terá um valor mínimo de R$200 e adicional de R$50 por filho, podendo chegar no valor máximo de R$300 reais.

O pagamento será feito pelo cartão disponibilizado pelo programa. O auxílio de renda mínima será pago em 9 parcelas mensais e pode ser prorrogado enquanto perdurar o período da pandemia.

Segundo o Governo do Estado, os pagamentos acontecerão nos dias 15 e 20 de casa mês, para os beneficiários do CadÚnico a data será dia 15 e os demais no dia 20.

Porém, beneficiados de outros programas Federais ou Municipais não poderão receber o SuperaRJ. Para saber se pode receber o auxílio do programa no site do Governo do Estado é disponibilizado uma caixa de cadastro, é necessário colocar o CPF para verificar.

Trabalhadores autônomos poderão solicitar uma abertura de linha de crédito de até 50mil, mas o valor é verificado conforme a capacidade da empresa.

Por: Natalia Nabuco, estagiária sob supervisão da jornalista Débora Evelin.

Comentários