Menu

Cidades

Protesto contra agressão e violência doméstica em Búzios reúne cerca de 250 pessoas

Ato foi organizado por grupos de mulheres de Búzios e da Região dos Lagos

A Praça Santos Dumont, no Centro de Búzios, ficou lotada na noite desse sábado (28). Cerca de 250 pessoas, segundo a Polícia Militar, estiveram reunidas no ato pela vida das mulheres buzianas vítimas de agressão e violência doméstica.

Com cartazes nas mãos, mulheres, homens e até crianças pediam segurança, justiça e cobravam pela investigação de dois crimes recentes que assustaram os moradores da cidade.

Um dos casos foi a morte de Pâmela Carvalho, de 26 anos. O corpo da jovem foi encontrado, no sábado, dia 20, na Lagoa da Ferradura, no Centro; no mesmo dia uma outra morte: Leonor América Castro, de 70 anos, foi encontrada sem vida em um hostel, no Centro. Os casos estão sendo investigados pela delegacia de Búzios.

Os participantes fizeram uma oração, um minuto de silêncio pelas vítimas e depois saíram em caminhada pelas ruas da cidade. O protesto foi organização pela Frente Feminista de Búzios, o Movimento de Mulheres Olga Benário e Movimento de Mulheres da Região dos Lagos.

Saiba mais:

Protesto contra agressão e violência doméstica em Búzios reúne cerca de 250 pessoas

Ato foi organizado por grupos de mulheres de Búzios e da Região dos Lagos

A Praça Santos Dumont, no Centro de Búzios, ficou lotada na noite desse sábado (28). Cerca de 250 pessoas, segundo a Polícia Militar, estiveram reunidas no ato pela vida das mulheres buzianas vítimas de agressão e violência doméstica.

Com cartazes nas mãos, mulheres, homens e até crianças pediam segurança, justiça e cobravam pela investigação de dois crimes recentes que assustaram os moradores da cidade.

Um dos casos foi a morte de Pâmela Carvalho, de 26 anos. O corpo da jovem foi encontrado, no sábado, dia 20, na Lagoa da Ferradura, no Centro; no mesmo dia uma outra morte: Leonor América Castro, de 70 anos, foi encontrada sem vida em um hostel, no Centro. Os casos estão sendo investigados pela delegacia de Búzios.

Os participantes fizeram uma oração, um minuto de silêncio pelas vítimas e depois saíram em caminhada pelas ruas da cidade. O protesto foi organização pela Frente Feminista de Búzios, o Movimento de Mulheres Olga Benário e Movimento de Mulheres da Região dos Lagos.

Saiba mais:

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Empresa esclarece as diferenças entre os cabos elétricos de 750 V e os de 1 kV

Race kart da Elevar Energia destaca eixo social do ESG

Ecoturista é um amante da natureza que contempla a beleza do local

Shopping Park Lagos terá “Festival Comida de Boteco”

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.