Projeto social convoca mulheres para circuito gratuito de capacitação política

O objetivo é abrigar mulheres e pessoas LGBTQIA+ que desejam compreender que política é para todos

PROLAGOS 300_250_pix

A Tenda é um projeto político com foco na política eleitoral partidária, com objetivo de formar mulheres e pessoas LGBTQIA + para a época eleitoral, ensinando sobre o assunto e como fazer campanhas eleitorais. O propósito é levar a essas pessoas que a política também pertence a elas. Serão oferecidas 30 aulas no total, divididas em três blocos, que acontecerão entre novembro de 2021 e junho de 2022.

O objetivo da “A Tenda das Candidatas” este ano é conquistar a eleição e se eleger como deputadas estaduais, federais, senadoras e governadoras. Neste ano, no mínimo 60% das vagas serão reservadas para mulheres negras, 10% para mulheres quilombolas, 10% para mulheres indígenas, 10% para mulheres com deficiência e 10% para mulheres LGBTQIA +. A formação inicia no dia 4 de novembro, a inscrição poderá ser feita até esta quarta-feira (20), por meio deste link.

Nesta temporada do projeto de 2021 – 2022, a Tenda irá tratar dos princípios do projeto, a defesa dos direitos humanos e realização da formação política que dê suporte para as selecionadas exercerem o pensamento crítico, levando em consideração o combate às desigualdades históricas e estruturais do Brasil, como machismo e racismo.

O primeiro bloco da formação ocorre entre novembro e dezembro deste ano e contará com a presença de Anielle Franco, do Instituto Marielle Franco, a Fernanda Matos, do Escuta Candidata, Ana Carolina Lourenço e Juliana Marques, do Mulheres Negras Decidem, Débora Pinho, da Change.org, Emília Lucy, da Goianas na Urna e Ângela Chaves, da Agência Compenso.

Para acompanhar o projeto, acesse o Instagram d’A Tenda por este link.

Por: Natalia Nabuco, estagiária sob supervisão da jornalista Monique Gonçalves.

Comentários estão fechados.