Menu

Cidades

Profissionais da Educação de Macaé participam de formação sobre Pedagogia Antirracista

A formação teve início nesta semana e dura até julho, o curso terá aulas presenciais todas as terças-feiras e é voltada para professoras e gestoras de Educação Infantil da rede municipal de Macaé
Foto- Moisés Bruno
Foto- Moisés Bruno

‘Descolonização do currículo na Educação Infantil’, ‘Como surgiu o conceito de raça no Brasil’ e ‘A política do embranquecimento’ são algumas das abordagens que fazem parte do curso de extensão da UFF sobre ‘Pedagogia antirracista na Educação Infantil’. O objetivo é ampliar as reflexões e discussões acerca da temática, para estabelecer ações executadas de forma mais democrática e respeitosa.

O curso de extensão tem as aulas ministradas pela professora Joyce Machado, coordenadora do NEAFRO (Núcleo de Estudos étnicos- raciais de Macaé) e colaboradores, e faz parte de sua pesquisa de mestrado em Educação da UFF. “A formação de professores para políticas afirmativas contribui para discussões acerca da diversidade presente em sala de aula, amplia os olhares para uma Educação Antirracista e cumpre com nossa responsabilidade política e social na educação, possibilitando espaços educativos onde a equidade prevalece, diminuindo atos de segregação e invisibilidade de crianças negras”, destaca Joyce.

Com duração até julho, o curso terá aulas presenciais todas as terças-feiras das 17h30 às 20h30 e a expectativa é que todo o embasamento teórico alimente ações que se traduzam em uma realidade de maior respeito dentro e fora das salas de aula. “Combater o racismo é um dever de todos e é a partir da Educação e formação destes educadores que realmente podemos transformar estas ações”, frisa Joyce.

A aula inaugural, realizada nesta terça-feira (5), na Cidade Universitária, contou com a presença da Secretária de Educação, Leandra Lopes e do Secretário de Educação Básica, Robério Fernandes. “Estamos com uma série de iniciativas, que buscam mostrar que é possível fazer modificações na educação dentro do cotidiano da escola, com uma didática diária”, destaca Leandra.

Profissionais da Educação de Macaé participam de formação sobre Pedagogia Antirracista

A formação teve início nesta semana e dura até julho, o curso terá aulas presenciais todas as terças-feiras e é voltada para professoras e gestoras de Educação Infantil da rede municipal de Macaé
Foto- Moisés Bruno
Foto- Moisés Bruno

‘Descolonização do currículo na Educação Infantil’, ‘Como surgiu o conceito de raça no Brasil’ e ‘A política do embranquecimento’ são algumas das abordagens que fazem parte do curso de extensão da UFF sobre ‘Pedagogia antirracista na Educação Infantil’. O objetivo é ampliar as reflexões e discussões acerca da temática, para estabelecer ações executadas de forma mais democrática e respeitosa.

O curso de extensão tem as aulas ministradas pela professora Joyce Machado, coordenadora do NEAFRO (Núcleo de Estudos étnicos- raciais de Macaé) e colaboradores, e faz parte de sua pesquisa de mestrado em Educação da UFF. “A formação de professores para políticas afirmativas contribui para discussões acerca da diversidade presente em sala de aula, amplia os olhares para uma Educação Antirracista e cumpre com nossa responsabilidade política e social na educação, possibilitando espaços educativos onde a equidade prevalece, diminuindo atos de segregação e invisibilidade de crianças negras”, destaca Joyce.

Com duração até julho, o curso terá aulas presenciais todas as terças-feiras das 17h30 às 20h30 e a expectativa é que todo o embasamento teórico alimente ações que se traduzam em uma realidade de maior respeito dentro e fora das salas de aula. “Combater o racismo é um dever de todos e é a partir da Educação e formação destes educadores que realmente podemos transformar estas ações”, frisa Joyce.

A aula inaugural, realizada nesta terça-feira (5), na Cidade Universitária, contou com a presença da Secretária de Educação, Leandra Lopes e do Secretário de Educação Básica, Robério Fernandes. “Estamos com uma série de iniciativas, que buscam mostrar que é possível fazer modificações na educação dentro do cotidiano da escola, com uma didática diária”, destaca Leandra.

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Gestores de indústrias palestram sobre sucesso na gestão

Susana Vieira quita dívida de IPTU em Búzios após processo judicial

Petrobras atualiza valor de dividendos em movimento estratégico

Roadshows: modelo está se adaptando para o mercado do Brasil

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.