Menu

Cidades

Prefeitura realiza ação contra pesca predatória na Lagoa de Imboassica em Macaé

O trabalho está sendo intensificado após denúncias feitas aos órgãos; denuncias podem ser feitas através do telefone da Guarda Ambiental
foto Porao/ divulgação
foto Porao/ divulgação

Prefeitura de Macaé, através da Secretaria Municipal de Ambiente e Sustentabilidade e da Guarda Ambiental, realizou uma ação de combate à pesca predatória na Lagoa de Imboassica nesta quarta-feira (10).

O coordenador de Ambiente, Fernando Barreto, comandou o monitoramento na lagoa. Ele disse que a fiscalização é frequente no local. “Hoje apreendemos uma boa quantidade de redes que estavam em situação irregular. Nossa atividade é contínua e não vai parar até que todos se enquadrem dentro da lei”, salientou.

Na Lagoa há uma placa com informações que proíbem a pesca utilizando redes de arrasto e de lance; redes de espera com malha inferior a 70mm; e tarrafas com malha inferior a 50mm. As recomendações estão em destaque e fazem parte da Instrução Normativa nº 43 do Instituto Brasileiro de (Ibama).

A pesca predatória é uma prática não sustentável que envolve a captura excessiva e indiscriminada de peixes e outras espécies aquáticas. Ela ocorre quando os pescadores não seguem as regulamentações, como tamanhos de captura, limites de quota e material adequado, o que resulta na exaustão das populações de peixes e na destruição dos ecossistemas. Daí a importância de ações como estas para conscientizar os pescadores.

Entre os impactos, a pesca predatória tem consequências significativas para o ambiente e a sociedade como: reduz a disponibilidade de peixes e altera ecossistemas aquáticos, prejudicando a biodiversidade e a qualidade da água.

A população pode colaborar denunciando crimes ambientais pelo telefone (22) 99701-9770, da Guarda Ambiental, que funciona 24 horas por dia, ou através do email: sema@macae.rj.gov.br. A identidade de quem denuncia é preservada.

Prefeitura realiza ação contra pesca predatória na Lagoa de Imboassica em Macaé

O trabalho está sendo intensificado após denúncias feitas aos órgãos; denuncias podem ser feitas através do telefone da Guarda Ambiental
foto Porao/ divulgação
foto Porao/ divulgação

Prefeitura de Macaé, através da Secretaria Municipal de Ambiente e Sustentabilidade e da Guarda Ambiental, realizou uma ação de combate à pesca predatória na Lagoa de Imboassica nesta quarta-feira (10).

O coordenador de Ambiente, Fernando Barreto, comandou o monitoramento na lagoa. Ele disse que a fiscalização é frequente no local. “Hoje apreendemos uma boa quantidade de redes que estavam em situação irregular. Nossa atividade é contínua e não vai parar até que todos se enquadrem dentro da lei”, salientou.

Na Lagoa há uma placa com informações que proíbem a pesca utilizando redes de arrasto e de lance; redes de espera com malha inferior a 70mm; e tarrafas com malha inferior a 50mm. As recomendações estão em destaque e fazem parte da Instrução Normativa nº 43 do Instituto Brasileiro de (Ibama).

A pesca predatória é uma prática não sustentável que envolve a captura excessiva e indiscriminada de peixes e outras espécies aquáticas. Ela ocorre quando os pescadores não seguem as regulamentações, como tamanhos de captura, limites de quota e material adequado, o que resulta na exaustão das populações de peixes e na destruição dos ecossistemas. Daí a importância de ações como estas para conscientizar os pescadores.

Entre os impactos, a pesca predatória tem consequências significativas para o ambiente e a sociedade como: reduz a disponibilidade de peixes e altera ecossistemas aquáticos, prejudicando a biodiversidade e a qualidade da água.

A população pode colaborar denunciando crimes ambientais pelo telefone (22) 99701-9770, da Guarda Ambiental, que funciona 24 horas por dia, ou através do email: sema@macae.rj.gov.br. A identidade de quem denuncia é preservada.

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Saúde suplementar é tema de treinamento jurídico

World Trail Races retorna a Arraial do Cabo pela nona vez

Últimos dias: Mutirão da Catarata tem inscrições somente até o dia 20 de junho

Sindsol Búzios Celebra 28 Anos de História

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.