Menu

Cidades

Prefeitura de Cabo Frio notifica quiosques da Praia das Conchas para desocupação e demolição

Os quiosques serão retirados no fim do mês por determinação do Ministério Público Federal
divulgação
divulgação

A Prefeitura de Cabo Frio foi notificada pelo Ministério Público Federal (MPF), por meio de ordem judicial, para executar a desocupação e demolição dos quiosques na Praia das Conchas. A decisão determina que as áreas construídas sejam retiradas no fim do mês de abril, após as etapas de notificação, vistoria, desocupação.

Diante da determinação da Justiça, o poder público municipal elaborou um cronograma para a retirada dos quiosques, que foi iniciado, no dia 1º, com a notificação de todos os quiosqueiros. Para melhor execução do trabalho, as equipes visitaram a área, para organizar como será atuação das secretarias municipais na demolição dos quiosques e na retirada dos escombros.

A próxima etapa do cronograma prevê o início da desocupação, na ocasião, os responsáveis dos quiosques deverão começar a retirada de objetos, móveis e demais pertences. No dia 22 de abril, uma nova vistoria será realizada na área, para acompanhar o andamento da desocupação. O prazo final para a desocupação é no dia 29, com a demolição sendo realizada no dia 30 de abril.

Prefeitura de Cabo Frio notifica quiosques da Praia das Conchas para desocupação e demolição

Os quiosques serão retirados no fim do mês por determinação do Ministério Público Federal
divulgação
divulgação

A Prefeitura de Cabo Frio foi notificada pelo Ministério Público Federal (MPF), por meio de ordem judicial, para executar a desocupação e demolição dos quiosques na Praia das Conchas. A decisão determina que as áreas construídas sejam retiradas no fim do mês de abril, após as etapas de notificação, vistoria, desocupação.

Diante da determinação da Justiça, o poder público municipal elaborou um cronograma para a retirada dos quiosques, que foi iniciado, no dia 1º, com a notificação de todos os quiosqueiros. Para melhor execução do trabalho, as equipes visitaram a área, para organizar como será atuação das secretarias municipais na demolição dos quiosques e na retirada dos escombros.

A próxima etapa do cronograma prevê o início da desocupação, na ocasião, os responsáveis dos quiosques deverão começar a retirada de objetos, móveis e demais pertences. No dia 22 de abril, uma nova vistoria será realizada na área, para acompanhar o andamento da desocupação. O prazo final para a desocupação é no dia 29, com a demolição sendo realizada no dia 30 de abril.

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Saúde suplementar é tema de treinamento jurídico

World Trail Races retorna a Arraial do Cabo pela nona vez

Últimos dias: Mutirão da Catarata tem inscrições somente até o dia 20 de junho

Sindsol Búzios Celebra 28 Anos de História

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.