NOVEMBRO AZUL

Pólis – Notas Políticas da Babel nesta quinta (5)

A coluna de notas politicas da Prensa mudou de cara e de nome, agora é Pólis, mas as figurinhas continuam as mesmas e rendendo comentários. Fale com a redação – (22) 99287 – 8832.

E O DEBATE? – Noticiamos na Pólis que o candidato a prefeito de Búzios Leandro Alex (PDT) desafiou Alexandre Martins (Republicanos) a expor as ideias e propostas aos eleitores, visto que o candidato do Republicanos foi o único a não comparecer sem justificativa ao debate promovido pela Prensa.

Desafio aceito pelo opositor. A Prensa, mais uma vez pensando na população, se colocou à disposição para mediar esse “confronto”. Porém, não foi afirmado, em momento algum que aconteceria – nem foi publicada data – um debate exclusivo entre os dois.

O jurídico do jornal foi consultado do que poderia ser feito para um debate de ideias em um novo formato e que pudesse enriquecer ainda mais a disputa democrática. Foi cogitada a utilização do critério dos nomes com maior intenção de votos em pesquisa registrada.

Por fim, o corpo jurídico entendeu que a legislação eleitoral só permitiria um evento desta natureza com a participação de todos os outros candidatos. Este modelo, no entendimento do Conselho Editorial da Prensa, seria uma repetição desnecessária. O veículo então seguirá a proposta de informar com isenção e colaborar com o aprofundamento político da população por meio da notícia dos fatos, artigos de análise, entrevistas, e a cobertura em tempo real do dia da eleição.

PESQUISAS E PESQUISAS – “Enquanto os olhos do TSE estão voltados para o combate à desinformação, um esquema capaz de influenciar os resultados eleitorais cresce a cada dia no país, principalmente nas pequenas cidades. O número de pesquisas bancadas pela própria empresa que realiza o levantamento praticamente triplicou este ano, segundo dados do próprio tribunal. Até ontem, 3.499 pesquisas foram registradas nesse molde – 174% a mais na comparação com o mesmo período em 2016 (1.279)”.

A matéria publicada no jornal O Globo mostra expansão do mercado de medição da intenção de votos, que vem acompanhada de práticas que podem interferir no processo eleitoral, principalmente nas pequenas cidades como Macaé, Búzios e Cabo Frio. Os números escondem a falta de controle de qualidade dos levantamentos que são produzidos e registrados oficialmente como pesquisas. O Globo identificou acusações de ofertas de resultados fraudulentos, levantamentos feitos a partir de formulários do Google e Facebook e uso de dados falsos de estatísticos.

AQUI E ACOLÁ? – O jornalista e secretário do Governo de Dr. Aluízio em Macaé, Leo Gomes, utilizou o twitter para questionar as pesquisas realizadas pelo Instituto IBOPE, utilizando como ilustração imagem da capa do jornal O Dia. Na manchete é possível ler “Justiça Eleitoral suspende pesquisa do IBOPE no Rio de Janeiro por desconsiderar os nomes de duas candidatas, uma delas do PDT e outra do PT”. Ao final, Leo provoca o candidato a prefeito em Macaé Robson Oliveira perguntando: “ (…) quem pensa que é?”

DE MÃO EM MÃO – Justiça Eleitoral fiscaliza distribuição de jornal com pesquisa de votos em Macaé. O IBOPE realizou uma pesquisa de intenção de voto entre os dias 31 de outubro e 2 de novembro, em Macaé. O resultado foi publicado pelo Jornal O Dia na quarta-feira (4).

O chefe do 109 Cartório Eleitoral de Macaé, William Dias Marchiote, informou à Prensa que a unidade recebeu denúncias de que um grupo de pessoas estaria no Centro e Imbetiba distribuindo gratuitamente jornais com pesquisa do IBOPE sobre as eleições. No entanto, a equipe de fiscalização foi até os dois locais e não encontrou o grupo que estava realizando a distribuição.

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários
Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen