Pólis – Notas Políticas da Babel nesta quinta (5)

A coluna de notas politicas da Prensa mudou de cara e de nome, agora é Pólis, mas as figurinhas continuam as mesmas e rendendo comentários. Fale com a redação – (22) 99287 – 8832.

E O DEBATE? – Noticiamos na Pólis que o candidato a prefeito de Búzios Leandro Alex (PDT) desafiou Alexandre Martins (Republicanos) a expor as ideias e propostas aos eleitores, visto que o candidato do Republicanos foi o único a não comparecer sem justificativa ao debate promovido pela Prensa.

Desafio aceito pelo opositor. A Prensa, mais uma vez pensando na população, se colocou à disposição para mediar esse “confronto”. Porém, não foi afirmado, em momento algum que aconteceria – nem foi publicada data – um debate exclusivo entre os dois.

O jurídico do jornal foi consultado do que poderia ser feito para um debate de ideias em um novo formato e que pudesse enriquecer ainda mais a disputa democrática. Foi cogitada a utilização do critério dos nomes com maior intenção de votos em pesquisa registrada.

Por fim, o corpo jurídico entendeu que a legislação eleitoral só permitiria um evento desta natureza com a participação de todos os outros candidatos. Este modelo, no entendimento do Conselho Editorial da Prensa, seria uma repetição desnecessária. O veículo então seguirá a proposta de informar com isenção e colaborar com o aprofundamento político da população por meio da notícia dos fatos, artigos de análise, entrevistas, e a cobertura em tempo real do dia da eleição.

PESQUISAS E PESQUISAS – “Enquanto os olhos do TSE estão voltados para o combate à desinformação, um esquema capaz de influenciar os resultados eleitorais cresce a cada dia no país, principalmente nas pequenas cidades. O número de pesquisas bancadas pela própria empresa que realiza o levantamento praticamente triplicou este ano, segundo dados do próprio tribunal. Até ontem, 3.499 pesquisas foram registradas nesse molde – 174% a mais na comparação com o mesmo período em 2016 (1.279)”.

A matéria publicada no jornal O Globo mostra expansão do mercado de medição da intenção de votos, que vem acompanhada de práticas que podem interferir no processo eleitoral, principalmente nas pequenas cidades como Macaé, Búzios e Cabo Frio. Os números escondem a falta de controle de qualidade dos levantamentos que são produzidos e registrados oficialmente como pesquisas. O Globo identificou acusações de ofertas de resultados fraudulentos, levantamentos feitos a partir de formulários do Google e Facebook e uso de dados falsos de estatísticos.

AQUI E ACOLÁ? – O jornalista e secretário do Governo de Dr. Aluízio em Macaé, Leo Gomes, utilizou o twitter para questionar as pesquisas realizadas pelo Instituto IBOPE, utilizando como ilustração imagem da capa do jornal O Dia. Na manchete é possível ler “Justiça Eleitoral suspende pesquisa do IBOPE no Rio de Janeiro por desconsiderar os nomes de duas candidatas, uma delas do PDT e outra do PT”. Ao final, Leo provoca o candidato a prefeito em Macaé Robson Oliveira perguntando: “ (…) quem pensa que é?”

DE MÃO EM MÃO – Justiça Eleitoral fiscaliza distribuição de jornal com pesquisa de votos em Macaé. O IBOPE realizou uma pesquisa de intenção de voto entre os dias 31 de outubro e 2 de novembro, em Macaé. O resultado foi publicado pelo Jornal O Dia na quarta-feira (4).

O chefe do 109 Cartório Eleitoral de Macaé, William Dias Marchiote, informou à Prensa que a unidade recebeu denúncias de que um grupo de pessoas estaria no Centro e Imbetiba distribuindo gratuitamente jornais com pesquisa do IBOPE sobre as eleições. No entanto, a equipe de fiscalização foi até os dois locais e não encontrou o grupo que estava realizando a distribuição.

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários

Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen lisans satın al office 2019 satın al follower kaufen instagram follower kaufen porno