NOVEMBRO AZUL

Polícia Civil identifica suspeito de balear cinco pessoas em Arraial do Cabo

Polícia busca paradeiro de homem suspeito de balear cinco pessoas em Arraial, em confronto que aconteceu neste sábado (26), na Prainha

A Polícia Civil de Arraial do Cabo identificou um dos suspeitos responsáveis pela troca de tiros que aconteceu neste sábado (26), na Prainha. Segundo o órgão, a justiça decretou a prisão temporária de um jovem conhecido como Pará. Ele vai responder pelos crimes de tentativa de homicídio e envolvimento com o tráfico de drogas.

As equipes das policias Civil e Militar realizam uma operação conjunta, em diferentes cidades da Região dos Lagos, em busca do criminoso. Na manhã deste domingo (27), foi localizado, no bairro da Praia Grande, o carro utilizado por Pará para fugir do local do crime. Em outro ponto da cidade, no Morro da Coca-Cola, foi encontrada uma arma, que pode ter sido utilizada no confronto.

A delegada Patrícia Aguiar afirma que as provas colhidas, até o momento, revelam que o que ocorreu foi um confronto entre traficantes de facções criminosas rivais.

Carro encontrado pela Polícia Civil, utilizado por Pará para fugir do local do crime. Imagem: Polícia Civil

Entenda o caso

No sábado (26), um tiroteio deixou um homem morto e cinco pessoas feridas, em um confronto que aconteceu na Prainha.

De acordo com testemunhas, um homem efetuou disparos contra outro no calçadão da praia. A vítima correu para a areia e se misturou com os banhistas. Depois, um terceiro homem teria atirado contra o autor dos primeiros disparos.

Cinco banhistas foram atingidos. Segundo a Polícia Civil, as vítimas eram três turistas e dos dois moradores, que foram encaminhadas para o Hospital Geral de Arraial do Cabo.

O homem que era alvo do atentado não resistiu aos ferimentos. A Polícia o identificou como Walmir de Souza Goularte Filho, conhecido como Walmirzinho, de 20 anos. Ainda de acordo com a polícia, ele era suspeito de envolvimento com o tráfico.

Os investigadores trabalham para identificar o terceiro envolvido no tiroteio, que efetuou os disparos contra Walmir, e localizar Pará. A delegada, Patrícia Aguiar, enviou um pronunciamento sobre o caso:

Imagem: Polícia Civil

Comentários

Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen windows 10 satın al