Menu

Cidades

Paulo Cotias lança “12 lições contra o neofascismo” nesta terça-feira (16)

O professor e historiador Paulo Cotias lança nesta terça-feira (16/04) o livro “12 lições contra o neofascismo”
Divulgação
Divulgação

O encontro será na sede da editora Sophia, na Rua Major Belegard 502, Centro, Cabo Frio, a partir das 19h. Haverá bate-papo com o autor e noite de autógrafos. Na obra, Paulo Cotias analisa o neofascismo como fenômeno caleidoscópico, ou seja, multifacetado, com manifestações muitas vezes silenciosas e subliminares.

Daí surgem as 12 lições que motivam o título do livro e seus capítulos: Lição 1 – Cuidado com o academicismo; Lição 2 – O neofascismo tende a se unificar; Lição 3 – O neofascismo é envergonhado de si; Lição 4 – O neofascismo precisa de arautos; Lição 5 – O neofascismo precisa de seguidores; Lição 6 – Democracia em desencanto; Lição 7 – O neofascismo precisa de inimigos; Lição 8 – O neofascismo precisa de uma estética; Lição 9 – O neofascismo precisa de um braço armado; Lição 10 – O neofascismo precisa de um multiverso; Lição 11 – O neofascismo precisa de uma fé; Lição 12 – O neofascismo precisa de um algoritmo.

Historiador, especialista em Docência Superior e mestre em Educação, Cotias aposta na linguagem clara e objetiva aliada a uma detalhada – e necessária – contextualização histórica. Logo de início, um alerta: “Cuidado com o academicismo”.

“Tratar o neofascismo com eufemismos ou outros nomes menos comprometedores – como “populismo de direita”, “extrema direita” ou “conservadores” – é fazer seu jogo. Ele, como veremos, não pode vir à luz com esse nome. Não quer isso”.

Nas páginas seguintes, o autor segue com o dedo na ferida. Na lição 4, afirma: “O neofascista se admira no espelho, mas é temeroso das leis, ética e civilidade, que acredita que o oprimem e podem punir. Por isso, reluta, esperneia e revolta-se se for percebido clara e publicamente como tal. É como a retirada vergonhosa de um disfarce.”

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Evento do Informa destaca construção da reputação com apoio de pesquisas e escuta popular

Alexandre Martins reúne vereadores e representantes sindicais para avançar na aprovação do PCCR

APAE Búzios sob intervenção da Federação das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais do RJ

Dia das comunidades tradicionais de Búzios é celebrado com evento na Praça Santos Dumont