Menu

Cidades

Panorama da Dengue: estado do Rio tem melhora no cenário epidemiológico

Apesar da queda no número de casos, quatro regiões do estado ainda estão acima do limite endêmico, e SES-RJ mantém o monitoramento do cenário
reprodução
reprodução

A nova edição do boletim Panorama da Dengue, divulgado nesta segunda-feira (15) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-RJ), mostra que o Estado do Rio saiu do nível 3 do plano de contingência da secretaria (quando o número de casos prováveis é 10 vezes acima do limite endêmico), para o nível 2 (entre 5 e 10 vezes). Apesar da redução progressiva no número de casos prováveis registrados no estado ao longo das últimas três semanas, quatro regiões: Serrana, Metropolitana I (Baixada Fluminense e Rio de Janeiro), Baixadas Litorâneas e Norte Fluminense, ainda apresentam cenário acima do esperado e estão no nível 3.

De acordo com o boletim, o número de casos prováveis de dengue caiu quase 50% no estado passando de 14.782 na semana 12 (de 17/03 a 23/03) para 7.406 na semana 13 (de 24/03 a 30/03).  Com base nos dados apresentados hoje pelos técnicos, a SES-RJ decidiu manter o decreto de epidemia e continuar analisando a situação por pelo menos mais duas semanas. A Secretaria também prorrogou por mais 30 dias a atuação do Comitê de Emergência em Saúde (COEs) específico da dengue, que reúne técnicos de vários setores da saúde estadual e também da Fundação Saúde.

“Apesar da melhora no cenário epidemiológico, os indicadores ainda nos mostram que é preciso manter toda a atenção nas medidas de controle dos focos do mosquito, assim como na observação dos sintomas e no manejo clínico desses pacientes. Ainda temos números acima do esperado para o momento, e a Região Norte, que foi a última a apresentar piora do cenário, segue com tendência de alta nos casos”, alerta Claudia Mello, secretária de Estado de Saúde do Rio de Janeiro.

O Panorama da Dengue tem como diferencial o uso de um modelo de cálculo epidemiológico conhecido como nowcasting, que leva em conta o atraso de inserção de dados no sistema de vigilância. Com base no modelo, a SES-RJ estima que 6.368 casos estimados ainda devem ser notificados no período considerado no levantamento.

Atendimento em UPAs estaduais e solicitação de leitos também caíram

O Panorama da Dengue mostra também que os atendimentos de casos suspeitos da doença nas UPAs estaduais apresentaram queda de 15% entre as semanas epidemiológicas 12 e 13, com 9.468 atendimentos e 8.044 respectivamente.

O número de solicitações de leitos para pacientes com diagnóstico inicial de dengue apresentou diminuição nas três semanas observadas (da SE 11 a 13) no Sistema de Regulação Estadual do Estado do Rio de Janeiro (SER).  A faixa etária de 10 a 15 anos, que apresentou aumento nas internações na edição anterior do levantamento, teve o número de solicitações por leitos reduzido nesta edição.

Números da dengue no estado

Até esta segunda-feira (15), foram registrados 205.187 casos prováveis de dengue e 109 óbitos confirmados em todo o estado do Rio de Janeiro. A taxa de incidência acumulada está em 1.278 casos/100 mil habitantes. Os dados da dengue são atualizados de segunda a sexta-feira e estão disponíveis no Painel Monitora da SES-RJ, no link monitorar.saude.rj.gov.br.

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Evento do Informa destaca construção da reputação com apoio de pesquisas e escuta popular

Alexandre Martins reúne vereadores e representantes sindicais para avançar na aprovação do PCCR

APAE Búzios sob intervenção da Federação das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais do RJ

Dia das comunidades tradicionais de Búzios é celebrado com evento na Praça Santos Dumont