Menu

Cidades

Palestra neste sábado discute o Plano de Manejo do Parque Estadual da Costa do Sol

area-da-azedaazedinha-que-entrara-no-parque-da-costa-do-sol-fotomontagem-ernesto-galiottoagencia-o-globo

 

area-da-azedaazedinha-que-entrara-no-parque-da-costa-do-sol-fotomontagem-ernesto-galiottoagencia-o-globoNo próximo sábado, dia 03, às 16h, na Pousada Devas, no bairro da Ogiva, em Cabo Frio, acontece uma palestra sobre o Plano de Manejo do Parque Estadual da Costa do Sol. O palestrante vai explicar o que o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) vem fazendo e deixando de fazer em relação ao Plano de Manejo. A palestra esclarece dúvidas para empresários, donos de terras e todos os que moram junto as áreas do PECSOL.

Um dos ambientalistas envolvidos, Tayrone Floresta, acredita que uma reformulação seja o ideal. “Estamos promovendo reuniões com parte dos interessados e remetendo um convite aos empresários conhecidos para começar de fato as novas discussões preliminares em torno do assunto: novos limites do PECSOL Búzios. É necessário o envolvimento dos vereadores e da sociedade, precisamos sentar à mesa com os empresários, ajustar os procedimentos e tirar do Parque as zonas de conflito já urbanizadas. Depois e cercar o Parque, tomar posse e licitar”, disse Tayrone.

O Parque é dividido em quatro setores, em partes dos municípios de Araruama, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Saquarema e São Pedro da Aldeia. Tem como objetivo assegurar a preservação dos remanescentes de Mata Atlântica e ecossistemas associados da região das baixadas litorâneas (restingas, mangues, lagoas, brejos, lagunas, entre outros), possibilitando a recuperação das áreas degradadas existentes.

Manter populações de animais e plantas nativas, servindo como refúgio para espécies migratórias raras, vulneráveis, endêmicas e ameaçadas de extinção da fauna e flora nativas; oferecer oportunidades de visitação, recreação, interpretação, educação e pesquisa científica; possibilitar o desenvolvimento do turismo no seu interior – uma vocação natural dessa região do Estado – além de atividades econômicas sustentáveis no seu entorno.

 

 

 

Palestra neste sábado discute o Plano de Manejo do Parque Estadual da Costa do Sol

area-da-azedaazedinha-que-entrara-no-parque-da-costa-do-sol-fotomontagem-ernesto-galiottoagencia-o-globo

 

area-da-azedaazedinha-que-entrara-no-parque-da-costa-do-sol-fotomontagem-ernesto-galiottoagencia-o-globoNo próximo sábado, dia 03, às 16h, na Pousada Devas, no bairro da Ogiva, em Cabo Frio, acontece uma palestra sobre o Plano de Manejo do Parque Estadual da Costa do Sol. O palestrante vai explicar o que o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) vem fazendo e deixando de fazer em relação ao Plano de Manejo. A palestra esclarece dúvidas para empresários, donos de terras e todos os que moram junto as áreas do PECSOL.

Um dos ambientalistas envolvidos, Tayrone Floresta, acredita que uma reformulação seja o ideal. “Estamos promovendo reuniões com parte dos interessados e remetendo um convite aos empresários conhecidos para começar de fato as novas discussões preliminares em torno do assunto: novos limites do PECSOL Búzios. É necessário o envolvimento dos vereadores e da sociedade, precisamos sentar à mesa com os empresários, ajustar os procedimentos e tirar do Parque as zonas de conflito já urbanizadas. Depois e cercar o Parque, tomar posse e licitar”, disse Tayrone.

O Parque é dividido em quatro setores, em partes dos municípios de Araruama, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Saquarema e São Pedro da Aldeia. Tem como objetivo assegurar a preservação dos remanescentes de Mata Atlântica e ecossistemas associados da região das baixadas litorâneas (restingas, mangues, lagoas, brejos, lagunas, entre outros), possibilitando a recuperação das áreas degradadas existentes.

Manter populações de animais e plantas nativas, servindo como refúgio para espécies migratórias raras, vulneráveis, endêmicas e ameaçadas de extinção da fauna e flora nativas; oferecer oportunidades de visitação, recreação, interpretação, educação e pesquisa científica; possibilitar o desenvolvimento do turismo no seu interior – uma vocação natural dessa região do Estado – além de atividades econômicas sustentáveis no seu entorno.

 

 

 

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Bell Marques lança “100% Você”, empresa de suplementação

Portalmad Portas e Janelas investe em madeira sustentável

Lances para leilões on-line de bens de apartamentos decorados estão abertos

Piscinas devem ter uso consciente da água, diz especialista

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.