Menu

Cidades

O Vandalismo das Elites

sergio-moro-aecio-neves-michel-temer-foto-premiacao-revista-istoe-1024x616
professor chicao
Chicão é Mestre e Doutor em História social pela UFRJ. professor concursado do estado e da prefeitura de Búzios, além de produtor cultural

Duzentos mil servidores estaduais sem salários de abril e maio de 2017 e sem o décimo terceiro  de 2016. É a consequencia maior do vandalismo de Cabral e do PMDB contra os cofres do Estado.

Vinte e oito médicos do Hospital do Andaraí pediram demissão coletiva por conta do desmonte do hospital. O Hospital do Andaraí é uma referência. O governo Temer pratica assim imenso vandalismo com a coisa pública. Muito maior que os vidros quebrados nos ministérios.

O jornal O Globo da última quinta feira recebeu 2 páginas de propaganda de Furnas Centrais Elétricas. Na mesma noite, o Jornal Nacional pagou a conta: só teceu elogios ao governo Temer. É assim que a Globo fa seu vandalismo com a nossa grana, que vai sendo queimada de forma torpe há décadas.

Relatos dos sobreviventes do massacre de camponeses no Pará afirmam que houve tortura e execução sumária da PM local. O crime é ainda pior que o de Eldorado dos Carajás, onde houve visível confronto. Uma ação muito pior que as pedras arremessadas pelos manifestantes contra os prédios públicos em Brasília. Na verdade, mais um massacre de agentes do Estado.

Já o Observatório do Clima usou imagens de satélites para descobrir que, em apenas 16 anos (2000 a 2016), o Brasil perdeu aproximadamente 190 mil quilômetros quadrados de áreas verdes, o equivalente a quatro vezes o Estado do Rio de Janeiro. O vandalismo contra a Amazônia feito por produtores rurais e latifundiários não mereceu quase repressão alguma da polícia. Nenhuma borrachada, gás ou armas de borracha. Nada !

No Brasil só é proibido o vandalismo dos pobres e dos trabalhadores. Os demais vandalismos, muito mais destrutivos contra o patrimônio do país e a vida das pessoas, são aceitos e estão liberados.

Por professor Chicão

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Coletivo GRIOT promove cortejo de bloco afro no Canto do Forte, em Cabo Frio neste domingo (26)

Wine in Búzios 2024 anuncia programação do festival

Palestra em Búzios sobre paisagismo urbano e diversidade vegetal da Região dos Lagos  

Megaoperação policial desmantela império do tráfico do Comando Vermelho em Búzios e outras cidades do país