Menu

Cidades

O amor pelas bolas

bola-murcha

 

Por Victor Viana

*Calisto Cascanho é literalmente um “filho da puta”. Sua mãe fazia programas por 10 cobres na Rua Los Catiços, em El Salvador. Calisto contou que veio parar no Brasil por acaso, já era um “hominho”, ou quase isso, ri ao contar. Tinha acabado de sair do xadrez (havia sido preso por porte ilegal de armas e “sodomia”), encontrou um amigo que o convenceu que tinha um belo traseiro e que poderia ganhar um bom dinheiro com ele no Rio de Janeiro.

 

Com o codinome “Jenneffer Favo de Mel” (assim mesmo com o n e o f duplicados), foi à luta e quando já estava acostumado a labuta árdua na rua, conheceu um jogador de futebol de renome que lhe prometeu “mundos e fundos”. Na verdade moveu o mundo para ter os “fundos” de Jenneffer  só pra ele.

 

bolaSe na TV, revistas e jornais o futeboleiro profissional tinha fama e pose de pegador espada, nos bastidores, apaixonado que estava, começava aos poucos a retirar Jenneffer da “vida” e colocava Calisto bem acomodado em um apê no caríssimo Leblon. Foi nessa época que ele (o futeboleiro; craque da bola) comprou a casa de Búzios.

 

“Isso foi mais ou menos quando deu o primeiro aceno que poderia a vir se envolver com a política”, contou em tom melancólico Calisto Cascanho, que em seguida revelou que começava ali sua rotina de solidão.

O Monarca dos Campos, amante fogoso de outrora, agora o deixava abandonado na Zona Sul do Rio. Pelas revistas e pelos programas de fofocas Calisto seguia a rotina de noitadas, carrões, amigos e loiras de coxas lisas e quentes e sorrisos artificiais nas fotos ao lado de seu amor. “Está na hora de acabar com essa porra”, decretou em voz alta na sala vazia de uma noite solitária do Leblon. As 7h em ponto, Calisto estava em Búzios.  O craque da bola ainda dormia, assim como o bando de amigos, lambe botas, putas profissionais e putas apenas por esporte, também dormiam.

 

 

boloO cheiro dos fluidos sexuais misturados a bafo de álcool, os corpos desnudos e narizes com resquícios de farinha, provocaram náuseas em Calisto Cascanho que quando conheceu o futeboleiro, também se chamava Jenneffer Favo de Mel. O Jogador  profissional se levantou e foi em direção a Calisto tentando se explicar e tomou um tapa, ficou dias com cinco dedos marcados na cara. O amor acabou e no lugar ficou o ódio, mas também uma pensão (para que Calisto não abra o bico) tão alta que o ex-affair do futeboleiro não precisa nem pisar no chão.

 

* O nome real foi substituído a pedido da fonte

 

 

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Palestra em Búzios sobre paisagismo urbano e diversidade vegetal da Região dos Lagos  

Megaoperação policial desmantela império do tráfico do Comando Vermelho em Búzios e outras cidades do país

Debate público sobre sustentabilidade terá presença de Marina Silva em Macaé

Búzios inicia vacinação contra a dengue para crianças e adolescentes de 10 a 14 anos