MPF e órgãos ambientais realizam operação contra pesca ilegal em Búzios

Ação foi realizada na madrugada desta quinta (5), nas praias da Rasa e Armação

PROLAGOS 300_250_pix

As equipes do Ministério Público Federal (MPF), da Marinha do Brasil, da 7ª Unidade de Policiamento Ambiental (Upam) e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Búzios realizaram uma operação, na madrugada desta quinta-feira (5), para combater a pesca ilegal no balneário. O foco principal da ação era a pesca de arrasto próximo à costa, proibida por lei. A fiscalização ocorreu nas praias da Rasa e Armação.

Segundo o procurador da República, Leandro Mitidieri Figueiredo, os agentes apreenderam duas redes e devolveram todos os animais encontrados na malha ao mar. Ninguém foi notificado ou preso nesta ação. As fiscalizações ocorreram após os agentes receberem várias denúncias.

“Outras fiscalizações estão previstas, para que seja cumprido o que foi acordado pelo MPF com os pescadores em pelo menos duas reuniões realizadas antes da pandemia”, explicou Mitidieri.

Na península, as embarcações que operam com rede de Arrasto de Fundo são proibidas de pescar a menos de duas milhas do litoral ou das ilhas inseridas nesta Área de Preservação Ambiental e da Pesca Artesanal de Búzio (APAPAB), conforme Lei Ordinária nº 32, de 01 de setembro de 1997 e portaria do IBAMA n. º 043/94.

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários