Moradores de Rio das Ostras reivindicam redução no IPTU e saneamento básico

Moradores fundaram movimento que é uma reunião de bairros prejudicados pelo descaso do poder público.

Moradores de Rio das Ostras fazem, desde as 16h, desta sexta-feira (6) uma manifestação em frente da prefeitura de Rio das Ostras, reivindicando melhorias para a cidade. Reivindicando melhorias no saneamento básico da cidade e reduções no IPTU, moradores de vários bairros se reuniram que fundaram o Movimento Abraça Rio das Ostras (MARO). O movimento é uma reunião de diversos bairros do município que se sentem prejudicados pelo descaso do município e exigem melhores condições de vida.

PROLAGOS 300_250_pix

Cerca de 100 pessoas se reuniram em frente a Prefeitura com cartazes, panfletos, megafones e diversos baldes de lama que, segundo os moradores, teriam sido retirados das ruas sem calçamento do município.
Para que estes problemas sejam resolvidos, a organização espera que o prefeito apresente aos moradores o Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), exigido pela lei federal do Saneamento

Além disso, os moradores pedem que a prefeitura reveja os valores do IPTU reduzindo-os aos valores compatíveis com a inflação, uma vez que o aumento de 100% é incompatível com os investimentos feitos na cidade e com o momento de crise econômica que a região vem vivenciando.
Assim que a população começou a se manifestar pacificamente a Polícia Militar se reuniu em frente ao portão da Prefeitura para impedir a possível entrada de qualquer manifestante.
A integrante da comissão fundadora do Movimento Abraça Rio das Ostras e presidente da associação de moradores do bairro Enseada das Gaivotas, Angela Carvalho, conta que desde que chegou a Rio das Ostras, há 11 anos, o lugar onde mora está da mesma forma.

“É como estivéssemos parado no tempo. Rio das Ostras cresceu de várias formas. Mas em Enseada o mato continua alto, as ruas continuam sem asfalto, continuamos sem água da CEDAE e esgoto. Igual há 10 anos. Onde foi gasto todo aquele dinheiro? Porque tivemos um aumento de 100% no IPTU? Estamos pagando o dobro do que pagávamos. Que melhorias tivemos? Nenhuma”, afirma a presidente da associação de moradores do bairro Enseada das Gaivotas.

Outro integrante do Movimento Abraça Rio das Ostras, Alex Rangel, explica que o movimento surgiu para a união e reivindicação de avanços para os bairros do Setor O do município que compreende os bairros: Mar y Lago, Terra Firme, Reduto da Paz, Verdes Mares, Enseada das Gaivotas, Floresta, Praia Mar, Bosque da Areia.

“Mas outros bairros começaram a ver que estávamos conseguindo um bom número de pessoas e se uniram a nós. Ainda não temos representantes de todos os bairros aqui. Mas já é um começo. Acredito que conseguiremos nossas principais bandeiras: saneamento básico e redução no IPTU”, comentou o Alex.

De acordo com números apurados pelo movimento, “a cidade possui 141 mil habitantes e, sendo que 75% deles não tem saneamento básico em suas casas (água e esgoto) ”.

Segundo os moradores presentes no protesto, como o prefeito Carlos Augusto não os recebeu, nem desceu para ouvir as demandas da população, mais uma manifestação seria feita. Desta vez no dia 10 abril, próxima terça-feira, às 9h. Neste mesmo dia é comemorado a emancipação político-administrativa de Rio das Ostras.

Visão do município
Segundo o secretário de Segurança Pública de Rio das Ostras, Tenente Coronel PM Eduardo, os manifestantes fizeram uma manifestação há um mês atrás e conseguiram uma reunião com o prefeito, porém a mesma comissão deveria se reunir novamente com ele nesta sexta, o que, segundo ele, escolheram não fazer.
“É dessa forma que é feita a democracia. Mas eles preferiam aumentar o número de pessoas da comissão e tornar impossível o prefeito recebe-los. Ele está aberto ao diálogo. Mas eles não querem isso. Querem baderna e confusão”, afirmou o secretário.

Resposta do Movimento Abraça Rio das Ostras (Atualização 09/04/2018).

Em resposta secretário de Segurança Pública de Rio das Ostras, Tenente Coronel PM Eduardo, o Movimento Abraça Rio das Ostras enviou ao Prensa de Babel uma nota sobre as afirmações do secretário. Confira a nota na íntegra: 

“O MARO é um movimento dos moradores dos bairros de Rio das Ostras sem nenhum cunho político, é um movimento ordeiro que foi criado por pessoas que não pregam nenhum tipo de violência e nenhum tipo de baderna, estamos aberto sim ao diálogo e não fomos a prefeitura para participar de uma reunião, fomos para buscar respostas por escrito das reivindicações que foram entregues no dia 02/03. Mas fomos recebidos pelo menos mesmo secretário Carlos Eduardo que nos tratou com indiferenças, falta de respeito e educação”. 

 

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários