Moradora de Búzios é vítima de sequestro e assalto em Geribá

Criminosos abordaram a mulher e a obrigaram a ir até sua residência para pegar pertences

PROLAGOS 300_250_pix

Os moradores de Búzios estão assustados com um sequestro seguido de assalto em Geribá, no município de Búzios. O caso aconteceu na quarta-feira (3) próximo ao Trevo do Barbuda. Segundo o relato da vítima nas redes sociais, os criminosos estavam em um carro branco e armados. Na abordagem pegaram o seu telefone e a obrigaram a ir até a sua residência para pegar cartões, dinheiro e computador, entre outros pertences.  

A vítima descreve a aparência dos assaltantes como brancos e idades inferiores a 30 anos. O registro de ocorrência foi feito na delegacia da cidade, que investiga o caso. Felizmente não houve feridos.

Na postagem de alerta sobre o ocorrido, a vítima diz: “Passei e ainda estou passando por um momento horrível…como vocês sabem o celular é ferramenta de trabalho”. Em outro trecho ela pede para as pessoas compartilharem a informação para conhecimento de todos.

O tenente Vitor Santos Madureira, responsável pela 5° Companhia da Polícia Militar em Búzios, informou que reforçou o policiamento no bairro Geribá, e que conversou pelo telefone, nesta sexta-feira (5), com o responsável pela Central de Monitoramento da Secretaria de Segurança Pública do município, Wadson Cedro, para verificar as imagens das câmeras que possam auxiliar na identificação do veículo que estava com os autores do crime.

Ainda segundo o militar, este é o primeiro caso de assalto a pedestre registrado oficialmente no município neste mês de novembro. Em outubro, foram quatro. Todos os casos estão sendo investigados pela polícia.

Dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) do Rio de Janeiro, apontam que de janeiro a setembro deste ano foram 37 casos de assaltos a pedestres registrados, cinco a menos que no mesmo período do ano passado, quando a cidade registrou 42.

A Prefeitura de Búzios disse que os agentes do Programa Estadual de Implantação de Serviços (PROEIS) estão nas ruas intensificando a fiscalização juntamente com a equipe da Secretaria de Segurança Pública do município.

Desacato

A população está tão espantada com o ocorrido que quando avistou uma movimentação perto da Caixa Econômica, em Manguinhos, nesta sexta-feira (5) achou que fosse um assalto. Mas, segundo informações da PM, os militares foram acionados após um bombeiro militar desacatar um guarda civil municipal. A ocorrência está em andamento.

Comentários estão fechados.