Menu

Cidades

Maricá inaugura passarela no Manu Manuela

Estrutura é a primeira das quatro a serem construídas com recursos da Prefeitura na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106)
Foto de Clarildo Menezes
Foto de Clarildo Menezes

A Prefeitura de Maricá entregou nesta quinta-feira (7) uma passarela  na altura do loteamento Manu Manuela, em São José do Imbassaí, para garantir travessia segura para a população na Rodovia Amaral Peixoto. Essa é a primeira de um conjunto de quatro estruturas que estão sendo construídas pela autarquia Serviços de Obras de Maricá (Somar) com recursos próprios do município. A estrutura de 50 metros de comprimento tem rampas de acessibilidade e ganhou urbanização no entorno.

As passarelas foram autorizadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ), órgão estadual responsável pela via. Por atribuição legal, as estruturas deveriam ser construídas pelo governo do estado do Rio de Janeiro, contudo, a Prefeitura de Maricá assumiu o compromisso para agilizar o processo e evitar acidentes envolvendo moradores que frequentemente têm que atravessar as vias.

A Prefeitura também assumiu a construção de outras três passarelas às margens da rodovia. Duas já estão sendo erguidas em São José do Imbassaí, nas alturas do Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara e do Parque Nanci. Em Inoã, o projeto está em fase de licitação.

O prefeito Fabiano Horta falou sobre a importância dessa entrega no Manu Manuela.

“Estamos entregando esse projeto que garante a segurança da travessia das pessoas que necessitam desse fluxo no cotidiano. Nesse momento, sentimos um misto de satisfação e dever cumprido por ter conseguido desobstruir caminhos para concluirmos, o mais rápido possível, essa obra. A Prefeitura negociou com o Estado e assumiu esse projeto que não era nossa atribuição. Também agilizamos os trâmites com a Enel. Ou seja, temos um senso de urgência, para atender às demandas da população”, afirmou o prefeito.

O presidente da Somar, Guthyerre Alves dos Santos, falou sobre a situação das outras passarelas.

“Temos em andamento a obra no Parque Nanci, cuja previsão de entrega é ainda neste mês. Estamos tocando também o projeto da passarela em frente ao hospital municipal Dr. Ernesto Che Guevara, que prevê um elevador para a população, e que será concluído em breve. Hoje finalizamos o processo licitatório da estrutura que será construída em Inoã, na altura do ponto do ônibus 53. Esta última queremos entregar ainda neste ano”, destacou Guthyerre.

Estrutura aprovada

Representante da Associação dos Moradores do Manu Manuela, Valéria Pereira de Oliveira, contou que, com a passarela, a Prefeitura atende uma demanda antiga da população. “Tivemos aqui vítimas de acidentes fatais e essa passarela representa uma vitória junto às autoridades que tiveram essa consciência. Essa estrutura também é necessária porque as aulas já voltaram e têm crianças atravessando a via, agora em segurança, pela passarela”, explicou a líder comunitária.

Outro morador, Marcos Paulo, de 38 anos, disse que, agora, a comunidade tem que ter responsabilidade para usar o patrimônio público:

“Acho que vai agregar muito para a comunidade, pois foi uma boa iniciativa da Prefeitura e espero que o pessoal a valorize e a conserve. Já que temos esse instrumento de segurança aqui, a população tem que fazer a utilização correta e não colocar em risco sua vida, nem a de outras pessoas que estão trafegando na via”, declarou.

Maricá inaugura passarela no Manu Manuela

Estrutura é a primeira das quatro a serem construídas com recursos da Prefeitura na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106)
Foto de Clarildo Menezes
Foto de Clarildo Menezes

A Prefeitura de Maricá entregou nesta quinta-feira (7) uma passarela  na altura do loteamento Manu Manuela, em São José do Imbassaí, para garantir travessia segura para a população na Rodovia Amaral Peixoto. Essa é a primeira de um conjunto de quatro estruturas que estão sendo construídas pela autarquia Serviços de Obras de Maricá (Somar) com recursos próprios do município. A estrutura de 50 metros de comprimento tem rampas de acessibilidade e ganhou urbanização no entorno.

As passarelas foram autorizadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ), órgão estadual responsável pela via. Por atribuição legal, as estruturas deveriam ser construídas pelo governo do estado do Rio de Janeiro, contudo, a Prefeitura de Maricá assumiu o compromisso para agilizar o processo e evitar acidentes envolvendo moradores que frequentemente têm que atravessar as vias.

A Prefeitura também assumiu a construção de outras três passarelas às margens da rodovia. Duas já estão sendo erguidas em São José do Imbassaí, nas alturas do Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara e do Parque Nanci. Em Inoã, o projeto está em fase de licitação.

O prefeito Fabiano Horta falou sobre a importância dessa entrega no Manu Manuela.

“Estamos entregando esse projeto que garante a segurança da travessia das pessoas que necessitam desse fluxo no cotidiano. Nesse momento, sentimos um misto de satisfação e dever cumprido por ter conseguido desobstruir caminhos para concluirmos, o mais rápido possível, essa obra. A Prefeitura negociou com o Estado e assumiu esse projeto que não era nossa atribuição. Também agilizamos os trâmites com a Enel. Ou seja, temos um senso de urgência, para atender às demandas da população”, afirmou o prefeito.

O presidente da Somar, Guthyerre Alves dos Santos, falou sobre a situação das outras passarelas.

“Temos em andamento a obra no Parque Nanci, cuja previsão de entrega é ainda neste mês. Estamos tocando também o projeto da passarela em frente ao hospital municipal Dr. Ernesto Che Guevara, que prevê um elevador para a população, e que será concluído em breve. Hoje finalizamos o processo licitatório da estrutura que será construída em Inoã, na altura do ponto do ônibus 53. Esta última queremos entregar ainda neste ano”, destacou Guthyerre.

Estrutura aprovada

Representante da Associação dos Moradores do Manu Manuela, Valéria Pereira de Oliveira, contou que, com a passarela, a Prefeitura atende uma demanda antiga da população. “Tivemos aqui vítimas de acidentes fatais e essa passarela representa uma vitória junto às autoridades que tiveram essa consciência. Essa estrutura também é necessária porque as aulas já voltaram e têm crianças atravessando a via, agora em segurança, pela passarela”, explicou a líder comunitária.

Outro morador, Marcos Paulo, de 38 anos, disse que, agora, a comunidade tem que ter responsabilidade para usar o patrimônio público:

“Acho que vai agregar muito para a comunidade, pois foi uma boa iniciativa da Prefeitura e espero que o pessoal a valorize e a conserve. Já que temos esse instrumento de segurança aqui, a população tem que fazer a utilização correta e não colocar em risco sua vida, nem a de outras pessoas que estão trafegando na via”, declarou.

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Exposição Internacional convoca indústria de base florestal

Asma continua causando número elevado de mortes no Brasil

Terra pode alcançar 2,9°C até o fim do século

Duas praias de Búzios entre as melhores do mundo

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.