Marcelo Pires – o produtor

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

 

 

 

Turma infantil do curso Marcelo Pires em Cabo Frio
Turma infantil do curso Marcelo Pires em Cabo Frio

Marcelo Pires é o produtor do “Curso de Interpretação para Tv e Teatro Marcelo Pires e Felipe Martins”, Felipe é seu sócio há 25 anos, em Cabo Frio, no Rio e em Teresópolis. Nascido em Bangu, no Rio de Janeiro, Marcelo conta que quando criança sonhava em ser ator, aos 14 anos foi trabalhar em uma farmácia para pagar o curso do diretor Wolf Maia, quando fez o primeiro teste em vídeo não gostou, mas sua vida desde então nunca seria a mesma. Fez amizade com todos os jovens artistas que estavam se juntando para começar suas carreiras, sem saber que ali começaria a sua história.

Foi trabalhar como representante de vendas da Nestlé, e por morar tão longe foi convidado pelos amigos Felipe Martins Oberdan Jr., Michel Bercovitch, Marcelo Serrado, e Patrícia Perrone, para dividir com eles um apartamento em Copacabana. Além dos moradores fixos citados passavam temporadas por lá Selton Melo e Leonardo Bricio.

Marcelo com o ator Arthur Aguiar que foi aluno do curso de Tv e Teatro Marcelo Pires e Felipe Martins. Um exemplo de talento e dedicação pautado pela ética profissional aprendida no curso
Marcelo com o ator Arthur Aguiar que foi aluno do curso de Tv e Teatro Marcelo Pires e Felipe Martins. Um exemplo de talento e dedicação pautado pela ética profissional aprendida no curso

Como representante de vendas Marcelo tinha uma boa renda, “na época era cerca de 10 salários mínimos”, conta, mas de tanto ajudar os amigos a fechar contrato de baile de debutantes e testes para peças e eventos foi aprendendo a profissão que viria a exercer por 25 anos: a de agenciador de atores.

Publicidade

“Fui fechando esses contratos para ajudar meus amigos, era ruim para o próprio ator negociar. Então fui aprendendo. Uma vez fiz um trabalho maior pro Fábio Assunção, e em um dia ganhei 40 vezes mais que ganhava em um mês na Nestlé. Não pensei duas vezes, fui me profissionalizar como produtor.”, conta Marcelo.

Sem dar ouvidos aos que diziam que estava trocando a segurança de um emprego, foi estagiar no escritório de Ipanema da Anaide karabachian  (Naná), ela era a empresária dos grandes artistas na época.  Foi lá que, além de Fábio Assunção, agenciou Camila Pitanga, Du Moscovis Fábio, Leonardo Vieira e Adriana Esteves.

“Inicialmente eu só fazia agenciamento, na época dava um bom dinheiro, era pago em dólar. Hoje caiu muito, porque a competição no mercado está muito grande. Eu vendia o trabalho do ator, viaja junto para os eventos e temporadas. E então nas cidades em que íamos começaram a nos pedir para fazer cursos de teatro nessas cidades. Foi aí que o Felipe Martins teve a ideia de fazermos cursos de duas semanas. Começou assim.”, explica.

E os dois então realmente começaram: primeiro em Salvador, depois foram para Recife, e quando viram já estavam indo desde o norte do país até as cidades mais ao sul do Rio Grande do Sul.

“Foram 88 cidades. Dávamos aulas de 100 a 300 alunos. Era de manhã, de tarde, e de noite. Montávamos sempre uma peça no final. Fomos pioneiros nisso.”, comenta demonstrando até hoje não acreditar como conseguiram cumprir uma agenda tão intensa.

Mas nesse início do que viria a ser o conceituado Curso de Tv e Teatro Marcelo Pires e Felipe Martins muitos atores dessas cidades vieram para o Rio, inclusive artistas que hoje fazem parte de sua equipe.

Foi assim que aos poucos Marcelo foi deixando o agenciamento e mergulhando de cabeça no mundo dos cursos de tv e teatro. Chegou a trabalhar nos cursos da Catarina Abdalla.

“Eu me apaixonei por cursos. O ator é um ser sistemático, nem todos, mas a maioria. Então nos cursos que ministramos ensinamos além da técnica uma ética profissional, como se portar com humildade diante das outras pessoas. Formar um ator ou atriz por inteiro é muito gratificante”, comenta satisfeito.

Marcelo com seu sócio há 25 anos, o ator Felipe Martins
Marcelo com seu sócio há 25 anos, o ator Felipe Martins

Junto com Felipe Martins montou no Rio o primeiro curso, e chegaram a atender mais de 500 artistas. “Era muita gente, hoje preferimos grupos menores. Mas vinha gente do Brasil inteiro. E ainda hoje temos o curso do Rio.”.

Foi nessa leva dos cursos do Rio que foram descobertos talentos como Mel Maia, Arthur Aguiar e o Antônio Firmino (infelizmente falecido recentemente). Marcos Pitombo também estudou no curso do Rio, Fernanda Freitas fez algumas aulas e depois optou por um trabalho de coaching com o Felipe Martins, que a acompanhou bem de perto na preparação para seu primeiro papel de TV. Tem também a Dja Marthins, já uma senhora de 69 anos que tem se destacado em papéis de muita relevância tanto na Globo quanto na Record. E muitos artistas fazendo pequenas participações na Tv e atuando no teatro.

“Não há como não conseguir. Quem se esforçar consegue entrar no mercado, pode até demorar um pouco, mas consegue”. Explica.

Hoje o curso de Tv e Teatro Marcelo Pires e Felipe Martins se multiplicou: tem no Rio, em Teresópolis, e em Cabo Frio. Uma das características do curso do Marcelo e do Felipe é que não há somente uma preparação para o teatro, mas também para a TV.

O talento precoce Mel Maia foi uma descoberta do Curso de Tv e Teatro Marcelo Pires e Felipe Martins
O talento precoce Mel Maia foi uma descoberta do Curso de Tv e Teatro Marcelo Pires e Felipe Martins

No curso de Marcelo Pires e Felipe Martins são três aulas de teatro por mês e uma de vídeo.  Assim como os alunos do curso participam do festival de esquetes todos os anos, e ao final do curso (são exigidos pelo sindicato 5 anos de formação para a retirada do registro de ator)  a montagem de um espetáculo. Em vídeo, a gravação de uma websérie.

Fazendo o curso com Marcelo e com Felipe o aspirante a ator tem aulas com profissionais de renome, faz os primeiros vídeos que, após avaliação prévia, são enviados para a Globo e Record, isso no caso das crianças, porque não precisam de registro para atuar. Só com isso economiza-se muito, visto que seria preciso ir todo final de semana ao Projac, por exemplo.

No caso dos adultos no curso irá aprender teatro, atuar em frente às câmeras, tirar o registro ao final do tempo de formação exigido pelo sindicato e será levado pelo próprio Marcelo para ser entrevistado na Globo ou Record, onde passarão por uma seleção.

“No curso temos a aula de teatro e vídeo. Todo ator tem de fazer teatro. Até em função do registro profissional. Mas quando ele vai pra Globo ou pra Record tem de ter a manha do vídeo. Lá na Globo e na  Record eles vão querer saber do vídeo. Pode ser bom de teatro, mas se não souber como se comportar  no vídeo não adianta que não vai passar no teste. Inclusive,  muitas pessoas formadas em teatro e com registro, me pedem agenciamento eu digo não. É preciso fazer o curso de vídeo. Sem isso não há como  concorrer  nos testes. Tem de fazer teatro e TV”, finaliza.

 

Serviço:

Endereços-

Cabo Frio Rua José Bonifácio, 224 – Centro. (22) 99762-2877/ 2646-5762/98803-2922 whatsApp

Teresópolis Av. Oliveira Botelho, 365, bairro Alto. (21) 98168-0156

Rio de Janeiro Espaço Boemia no Largo do Machado – Centro. (21) 975311840

 

 

https://prensadebabel.com.br/index.php/2017/05/16/curso-de-interpretacao-para-tv-e-teatro-marcelo-pires-incricoes-ate-18-de-junho/

 

 

 

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Últimas Notícias

DESEMPREGO

Setor de petróleo e gás em Macaé perde quase 17 mil empregos entre 2014 e 2022

Esporte e Meio Ambiente

Saquarema reúne atividades esportivas e preservação ambiental em um dos maiores festivais aquáticos

PRÊMIO DA ALERJ

Vereadora Iza Vicente será homenageada pela Alerj com o prêmio Dandara

META ALCANÇADA

Molon arrecada R$100 mil e atinge primeira meta da vaquinha virtual

ERRAMOS: Comunidade Quilombola de Baía Formosa, em Búzios, vai finalmente receber o direito às terras

TRISTEZA NA ALDEIA

Prefeitura de São Pedro da Aldeia confirma morte de frentista vítima de acidente em posto de combustível