Lixo: Com auxilio das associações o problema está próximo de ser resolvido

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Ficou  acertado que a empresa responsável pela coleta irá recolher o acumulado e reorganizar o cronograma de coleta

Por Victor Viana

15622027_1815726588666239_3032343379327336861_nNa manhã desta segunda-feira, dia 26, o problema do acumulo de lixo nas ruas de Búzios foi tema de uma reunião entre o prefeito André Granado, representantes do Búzios Convention Visitors Bureau (BúziosCVB), Associação Hotéis de Búzios (AHB), Associação Comercial de Búzios (ACB) e o Sindicato de Hotéis, Restaurantes , Bares e Similares (Sindsol), com  o proprietário e o engenheiro da Selix, empresa responsável pelo recolhimento de lixo do município. A reunião aconteceu no gabinete do prefeito. O objetivo das associações presentes é apoiar a Prefeitura nas medidas que sejam necessárias emergencialmente para enfrentar o verão que já começou, e em seguida reequilibrar a Cidade para que atenda com dignidade os moradores e frequentadores, não matando a vocação turística que mantém a economia local funcionando.

O prefeito teve auxílio das entidades presentes para expor à empresa sobre atual situação calamitosa que se encontra a cidade em relação ao lixo acumulado por meses, e a necessidade de se montar um cronograma fixo com os dias e horários de recolhimento do lixo em cada bairro da cidade.  Ao todo são 90 toneladas de lixo acumulados nestes últimos meses. Metade na parte continental e metade na península, sendo 40% de origem domiciliar.

 

A empresa expôs suas dificuldades em realizar o serviço devido aos atrasos no pagamento. No entanto, foi exposto a ela, pelo prefeito, e também pelos representantes das Associações, o fato do recolhimento do IPTU – que tem a taxa de lixo embutida, estar muito abaixo do esperado: mais de 50% do IPTU do município não foi quitado. Isso representa mais de 20 milhões de reais, dinheiro mais que suficiente para manter serviços básicos como a coleta de lixo, e cumprir outros compromissos financeiros. (Leia matéria sobre o assunto no Link.) Além disso, muitos comerciantes estão inadimplentes, no entanto, o prefeito reconheceu que o momento econômico é delicado para todos.

 

Mesmo diante de tantos problemas ao fim um pequeno acordo emergencial foi firmado com vista a ser ampliado – As associações ofereceram hospedagem para que o proprietário da empresa fique uns dias na Cidade e possa ver mais de perto as necessidades do atual momento pelo ângulo do morador e do turista.

 

O acordo inicial

O que sim ficou decidido é que uma parte da estrutura da empresa será para ir recolhendo o acumulado (já começaram) simultâneo a coleta normal que terá a partir de janeiro de 2017 um cronograma próprio. Na próxima quarta feira (04/01/2017) será apresentada então, em uma nova reunião, a proposta definitiva.

 

A colaboração de todos

Com a divulgação dos dias e horários de coleta, as associações pretendem produzir um folder e entregar no comércio para que todos passem a cumprir a lei de manter cada estabelecimento seu próprio contêiner para armazenamento do lixo até que o caminhão passe para recolhê-lo. As entidades ainda alertam para a necessidade de fiscalização nas áreas de embarque e desembarque de passeios náuticos, onde muitas vezes ficam restos de sacolas e outros materiais descartados pelos usuários desses serviços.

 

https://prensadebabel.com.br/index.php/2016/12/26/o-problema-nao-e-o-lixo-e-comunicacao/

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Últimas Notícias

IMUNIZAÇÃO

Búzios divulga calendário de 2° dose de reforço contra covid-19 para pessoas com 18 anos ou mais

PONTO DE APOIO

Região dos Lagos tem o primeiro ponto de apoio ao ciclista

Prolagos

Prolagos alerta sobre a importância de facilitar a leitura do hidrômetro

Novos horários

São Pedro da Aldeia passa a contar com nova frota de ônibus nesta terça (9)

Lazer na praia

Quatro praias de Búzios para levar crianças

Eleições 2022

Conheça os 12 candidatos à presidência da República