Liminar autoriza o funcionamento do Uber em Cabo Frio

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Liminar autoriza o funcionamento. Fofo: divulgação
Liminar autoriza o funcionamento. Fofo: divulgação

Na última semana, dia 18, a 2ª Vara Cívil de Cabo Frio liberou o funcionamento do aplicativo Uber no município. A decisão foi tomada em primeira instância pela Juíza Sheila Draxler Pereira de Souza, porém ainda cabe recurso. O descumprimento da decisão irá acarretar em multa diária, com valor não divulgado na liminar.

A comunicação da Prefeitura de Cabo Frio, em nota, informou que vai cumprir a decisão provisória da Justiça enquanto a Procuradoria Geral da cidade analisa o processo. De acordo com a Prefeitura, a Procuradoria irá emitir um parecer definindo se o município irá recorrer da decisão.

O aplicativo, em nota, revelou que “a Justiça reconheceu o direito constitucional dos motoristas parceiros do Uber de trabalhar com dignidade”. Ainda de acordo com o município, “os motoristas parceiros prestam serviço de transporte individual privado, que tem respaldo na Constituição Federal e é previsto em Lei Federal (Política Nacional de Mobilidade Urbana – PNMU Lei Federal 12.587/2012)”. A empresa completa que “o Uber segue com a missão de oferecer, por meio de tecnologia, um serviço de transporte eficiente e acessível com o toque de um botão”.

Publicidade
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Últimas Notícias

MEIO AMBIENTE

Audiência Pública discute expansão do estacionamento do Shopping Park Lagos

GRAN CINE BARDOT

Último fim de semana do Festival de Cinema Italiano em Búzios

ENSINO SUPERIOR

Chegada de universidades públicas pode colocar Cabo Frio na rota das cidades universitárias

FESTA DA PADROEIRA

Programação Popular da Festa da Padroeira começa nesta sexta-feira (12), em Cabo Frio

NEGÓCIOS E NETWORK

Associação de Hotéis de Cabo Frio prepara 4ª edição da feira de fornecedores da hotelaria e gastronomia

DESEMPREGO

Setor de petróleo e gás em Macaé perde quase 17 mil empregos entre 2014 e 2022