Insegurança amedronta moradores de Búzios

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

 

 

image8Nesses últimos 20 meses, a violência cresceu de forma assustadora na cidade de Búzios. Assalto, tráfico de drogas, troca de tiros, estupros, assassinatos, etc, o índex de criminalidade da península aumentou consideravelmente. Moradores e turistas estão assustados com a situação da cidade que é conhecida por ser tranqüila e pacata.

Ocorrência como o da última segunda-feira, dia 19, onde a Policia Militar prendeu um suspeito de tráfico em uma van, onde foi realizada uma revista minuciosa no interior do veículo e foi encontrado debaixo da poltrona: 01 maço de cigarros, contendo 02 sacolés de cocaína e 05 pequenos tabletes de maconha. Diante dos fatos o acusado foi conduzido para 127ª DP sendo autuado e liberado. São delitos que acabam “dando em nada” para os praticantes, que acaba deixando a população com receio de sair de casa.

Na madrugada do último domingo, dia 18, um homem de casaco vermelho seguindo para um terreno no bairro da Rasa puxou uma arma da cintura e efetuou três disparos contra alguns PMs que estavam fazendo ronda no local, que revidaram. O homem não identificado foi socorrido com vida ao Hospital Municial, mas não resistiu aos ferimentos.

Publicidade

Com o homem foi encontrado 01 revólver calibre 38 com capacidade para 06 tiros, sendo 01 munição, 02 deflagradas e 03 intactas, mais 01 sacolé de cocaina, 02 buchas de maconha e um celular, onde continha inúmeras mensagens exaltando uma facção criminosa e atos criminosos.

Transporte público também é alvo
Na última semana, dia 16, numa sexta-feira, por volta das 7h20, uma van  que seguia para o centro de Búzios foi alvo de bandidos. Segundo o motorista, os dois pegaram o transporte em frente a Igreja Metodista do Cruzeiro. Na altura da Avenida José Bento Ribeiro Dantas, ainda na Rasa, anunciaram o assalto. Um deles com a arma em punho exigiu os pertences dos passageiros, telefones celulares, carteiras e dinheiro.

Ainda segundo o condutor do veículo os assaltantes com a arma apontada para ele o obrigaram a fazer o retorno da Marina em direção a Madeireira, onde desceram e saíram caminhando. O mais surpreendente é que os assaltantes possuem as mesmas características de outro assalto a na noite do dia anterior onde passageiros de outra van tiveram seus pertences roubados.

Estupros também ocorreram

Uma mulher de 34 anos foi estuprada em Armação dos Búzios na noite do final de 2015. Mesmo sendo uma data não tão recente, o crime continua em repercussão no município. De acordo com o boletim policial da época, a vítima, que foi internada no Hospital Rodolfo Perissé, foi violentada dentro da própria casa por um homem negro, alto e magro, que invadiu a residência com uma faca.

Pensando na violência contra a mulher, o Movimento de Mulheres de Búzios faz uma passeata no próximo dia 23, sexta-feira, contra a violência. O ponto de encontro é na Praça dos Ossos, às 18h, para sair as 19h. A ideia é passar pela Praça dos Ossos, Orla Bardot, Rua das Pedras, Turibio de Farias e chegando à Praça Santos Dumont.

Arrastão acontece

No dia 20, nessa última terça-feira, quatro homens promoveram um verdadeiro arrastão na cidade. De acordo como relato, os acusados, que estavam em um Fox prata, teriam descido do veículo próximo ao Shopping 5.000, em Geribá, e abordado quatro mulheres que seguiam em um Fiesta. Segundo as vítimas, os homens teriam abandonado o Fox, supostamente roubado, e tomado de assalto o Fiesta que elas ocupavam. As mulheres também tiveram pertences pessoais roubados.

Pouco depois, os mesmos homens teriam roubado uma moradora do bairro Marina, que teve sua bolsa levada com diversos pertences, e um comerciante do bairro São José, que foi agredido ao tentar impedir que sua moto Honda CG Fan fosse roubada.

 

A violência já está sendo mapeada em toda região dos Lagos

Em pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), e divulgado no primeiro semestre de 2016, trouxe notícias ruins para a Região dos Lagos. Segundo dados referentes a 2014, a região é a segunda colocada em número de homicídios a cada 100 mil habitantes (55,43), atrás apenas da de Itaguaí (58,04), que abrange Itaguaí, Mangaratiba e Seropédica.

O caso da Região dos Lagos, que é formada por Cabo Frio, Arraial do Cabo, São Pedro, Búzios, Iguaba Grande, Saquarema e Araruama, é tão preocupante que a área fica à frente, inclusive, do Grande Rio: Rio de Janeiro, Belford Roxo, Duque de Caxias, Guapimirim, Itaboraí, Japeri, Magé, Maricá, Mesquita, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu, Queimados, São Gonçalo, São João de Meriti e Tanguá. A região metropolitana tem 11,8 milhões de habitantes e taxa de 32,31 a cada 100 mil. A Região dos Lagos, ao todo, soma pouco mais de 586 mil pessoas.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Últimas Notícias

MEIO AMBIENTE

Gustavo Schmidt fala sobre o trabalho desenvolvido pela Comissão de Meio Ambiente da Alerj e aponta futuro de Búzios e região

RIO UNA

“Búzios: paraíso sob ameaça” é tema de audiência pública na Câmara Municipal

DEBATE NA BAND

“Você é culpado ou incompetente?”, questiona Freixo a Claudio Castro durante debate na Band

MULTIVACINAÇÃO

Maricá, Cabo Frio e Rio das Ostras iniciam Campanha de Multivacinação nesta segunda-feira (8)

APOIO FEMININO

Aquiles Barreto reúne centenas de mulheres para discutir políticas públicas em Cabo Frio

MEMÓRIA AFETIVA

8ª edição do Festival Sabores de Cabo Frio terá como tema “Receitas com boas lembranças”