macaco_interna
Foto ilustrativa

Na última sexta-feira (7), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) confirmou que um dos macaco bugio encontrados mortos no dia 4 de abril, na mata  adjacente ao parque do Atalaia, em Macaé,  foi mesmo vítima de febre amarela.  A prefeitura de Macaé informou que o Parque Atalaia permanece fechado para visitação, desde março, quando o primeiro caso de febre amarela foi anunciado em Casimiro de Abreu. A prefeitura ainda informa que uma equipe volante de vacinação da Secretaria de Saúde já realizou a imunização dos moradores do entorno do parque que, porventura, ainda haviam sido vacinados contra a febre amarela. O Parque Atalaia fica localizado há 27 quilômetros do centro de Macaé. Possui 235 hectares – 75% de mata fechada – e é uma das poucas reservas de Mata Atlântica ainda intactas no Estado do Rio de Janeiro. O Parque fica na área da antiga Fazenda Atalaia, e foi usado como o primeiro manancial de abastecimento da cidade com água potável.

http://prensadebabel.com.br/index.php/2017/04/03/dois-macacos-sao-encontrados-morto-em-parque-florestal-de-macae/