Menu

Cidades

Fazenda Campos Novos será apresentada como referência da cultura afro-brasileira

fazenda-campos-novos-em-cabo-frioe-tombada
Proposta será exposta durante a 27ª edição da Semana Teixeira e Sousa
Foto: Ernesto Galiotto
A Comissão da Verdade sobre a Escravidão no Brasil e lideranças quilombolas vão apresentar, durante a 27ª edição da Semana Teixeira e Sousa, a proposta para tornar a Fazenda Campos Novos, no Segundo Distrito, referência da cultura afro- brasileira. A apresentação será na terça-feira (28), às 11h30. O local foi escolhido devido à existência de cinco comunidades quilombolas no seu entorno.
Em Cabo Frio existem os quilombos Espírito Santo, Maria Romana, Botafogo, Preto Forro e Maria Joaquina. Essas comunidades são formadas por descendentes de africanos escravizados que lutam pela preservação de sua cultura e a garantia de seus direitos. Nelas vivem aproximadamente 100 famílias em cada comunidade, que somam cerca de quatro mil pessoas.
“As comunidades representam a nossa história e memória viva, através dos mais velhos que detêm muitas das tradições e heranças ancestrais. Como guardiãs de saberes e fazeres dos povos africanos, elas possuem valor inestimável à construção de uma sociedade que respeita sua diversidade e pluralidade étnica”, disse o coordenador geral da Semana Teixeira e Sousa, João Felix.
A Fazenda Campos Novos está no centro dessas comunidades. Ela foi construída em 1690 pelos jesuítas e abriga um conjunto arquitetônico composto por casa-grande, igreja e cemitério. Atualmente, a fazenda é usada como sede da Secretaria de Agricultura e também abriga o Canil Municipal.

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Deputada Marina do MST e Cepro realizam reunião em Rio das Ostras para discutir temas sociais urgentes

Búzios é finalista no prêmio Melhores do ano da gastronomia 2024

Búzios recebe o 3º Encontro de Numismática de 24 a 25 de maio

Agenda cultural do fim de semana na Região dos Lagos