A Farsa aos olhos de todos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

A sessão que definiu a abertura do processo de impeachment do prefeito André Granado e seu imediato afastamento por 90 dias (revogado pelo juízo de Búzios) deu o que falar. Afinal, o município jamais viu um prefeito ser contestado pela câmara. A preço de mercado, todas as legislaturas passadas foram lenientes com os prefeitos e portanto, o legislativo se unir, usando a ditadura da maioria para tirar um prefeito recém reeleito, provocou discussões apaixonadas de ambas as partes.

Mas foi a traição do vereador Don, até ontem ligado ao grupo do prefeito, que mais chamou a atenção. Pode ter chocado alguns, mas quem conhece a história do vereador sabia que a traição era questão de tempo. A oposição tinha desde a eleição, maioria simples (5X4) mas precisava de mais um voto para a maioria absoluta. Infelizmente, desde que assumiram seus mandatos que os vereadores da oposição trabalham contra o mandato do prefeito. Os 5 raivosos (agora serão seis) dormem e acordam tramando. Trabalham diuturnamente para atrapalhar a administração e nem ligam se com isso, prejudicam a cidade.

Qual o projeto votado em seis meses em benefício do povo?  O que fez a vereadora Gladys nesse período a não ser subir à tribuna para falar impropérios (calma Gladys, eu explico. Impropérios significa Insulto; afronta; desrespeito; ofensa; infâmia; injuria; ultraje) contra o prefeito? A nobre vereadora não entendeu ainda que não foi eleita para ser inimiga do André e sim, para legislar em benefício dos cidadãos buzianos.  Qual a relevância do vereador Valmir Nobre nesse período? E do Dida Gabarito? Até mesmo o presidente da casa, o vereador Cascalho, com aquele ar de simpático petulante mostrou que até agora não entendeu a grandeza do cargo.

Como politicamente é fraco, jamais foi ou será visto como um líder inconteste, ficou até agora a reboque das loucuras da Gladys. Cascalho sabe que a vereadora mente para a plateia, mas tem medo de ir contra pois sabe que o veneno pode voltar contra ele. Câmara alguma existe para fechar os olhos para a administração fazer o que quiser, como aconteceu como ex-prefeitos Mirinho e Toninho. Nem para atazanar a vida do prefeito com picuinhas como agora. Se agarram a um detalhe eleitoral, que André foi reeleito com pouco mais de 30% dos votos e portanto, na logica deles, teria 70% da população contra seu mandato e portanto tem que ser retirado do cargo.

Nada mais falso. Ganhou quem teve mais votos. A regra era clara. Se todos os outros candidatos tivessem tido zero votos e André apenas um, seria o eleito. Em geral as câmaras de vereadores no Brasil são verdadeiros balcões de negócios. É só dar o que eles querem que nada acontece de ruim com o prefeito. Ele pode ser o mais odioso dos ditadores. Pode perseguir, prevaricar, falsificar, fazer o diabo. Se azeitar bem as relações com o legislativo, pode dormir tranquilo por toda a vida. Do contrário no entanto sua vida vira um inferno. Vereador, com raras exceções, gosta mesmo é de um bifinho. E nem me venha com carne da Friboi. Tem que ser carne cara. Argentina, no mínimo.

Enquanto a oposição tramava contra o prefeito, ele tratou de trabalhar pela cidade. Mesmo com o município passando pela sua maior crise financeira provocada pela falência do Estado, André continuou fazendo obras e pagando em dia salários e serviços. Afinal o prefeito não se pode dar ao luxo de agir igual aos vereadores de oposição. Fingir que trabalha. O tempo, que a tudo traduz vai mostrar quem realmente está certo nessa história.

Em tempo: aquela turma que aplaudiu o discurso do vereador Don em nome da honra e da coisa certa não estava lá por acaso. Cada um já pediu um carguinho que o vereador espera receber quando o grupo econômico está por trás de tudo isso, assumir o poder. Ninguém aplaudiu a traição por amor a Búzios. Estão todos pensando apenas e tão somente na grana que podem vir a ganhar. Mesmo falsa, uma bolsa Loui Vuitton custa caro.

https://prensadebabel.com.br/index.php/2017/06/05/liminar-autoriza-dr-andre-viajar-para-brasilia/

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Últimas Notícias

CADÊ A LIBERDADE SINDICAL?

Sindipetro-NF denuncia Petrobras por falta de liberdade sindical

OPINIÃO: Desmistificando a entrega voluntária para adoção

DIA DOS PAIS

Shopping Park Lagos, em Cabo Frio, promove show dos Paralamas do Sucesso para celebrar Dia dos Pais

PREVENÇÃO NO TRÂNSITO

Especialista em trânsito alerta sobre riscos de acidentes ao realizar ultrapassagem

Macaé realiza audiência pública sobre “Liberdade Religiosa”

Eleições 2022

Washington Reis aceita convite de Cláudio Castro e será seu vice nas eleições 2022