Estabelecimentos da cadeia produtiva de alimentos em Búzios vão receber Manual de Boas Práticas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

 

 

Por Gustavo Henrique Medeiros

 

imagem-2-1
Equipe da Vigilância Sanitária ( VISA ) da Secretaria de Saúde de Búzios

Os estabelecimentos que trabalham na cadeia produtiva de alimentos em Búzios, como hotéis, pousadas, restaurantes, bares, lanchonetes e afins, vão receber ainda este ano, gratuitamente, o Manual de Boas Práticas na Manipulação de Alimentos. Produzido pela Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde de Búzios, o Manual, em forma de cartilha, impressa em tamanho A4, 76 páginas, é rica em conteúdo didático pedagógico e de fácil compreensão. A publicação tem como foco proteger a saúde da população por meio de ações integradas e articuladas, envolvendo capacitação, educação, informações, apoio técnico, fiscalização e a avaliação em vigilância sanitária. E vai mais além: ser um centro de referência, coordenadora da rede municipal de vigilância sanitária, garantindo a inclusão social e a construção da cidadania para a proteção a vida.

 

Com a aproximação do período de alta temporada, a Secretaria de Saúde pretende atingir o maior número de estabelecimentos nesta campanha de divulgação do Manual:

Publicidade

 

– Este projeto busca facilitar o acesso à informação àqueles que trabalham na cadeia produtiva de alimentos, demonstrando a relevância de seu trabalho frente à população – disse supervisora da Vigilância Sanitária ( VISA ), Celymar Sales Rabêlo. Temas como contaminação dos alimentos, microorganismos, uso do termômetro, edificações e instalação, além de boas práticas das compras ao consumo, procedimentos operacionais e higiene no local do trabalho, são abordados na cartilha.

 

LER E COMPREENDER

 

As Boas Práticas de Manipulação de Alimentos são as práticas de organização e higiene para garantir alimentos seguros envolvendo várias etapas como seleção dos fornecedores, compras, recebimento, pré-preparo, preparo, embalagem, armazenamento , transportes, distribuição e exposição à venda para o consumidor final. Contaminação, tipos – física, química e biológica, microorganismo, doenças causadas, sintomas, onde são encontrados, contaminação cruzada, quando o alimento se torna inseguro, refrigeração ou congelamento de alimentos perecíveis, substâncias químicas que podem ser utilizadas para a conservação, cuidados com o funcionário, controle da saúde, dentre outros assuntos, estão explicados de forma primária para o leitor. Uma criança alfabetizada é capaz de entender bem o conteúdo.

 

O Manual destaca vários outros temas importantes como o uso do termômetro, quais os tipos a ser utilizados, como usar, verificação da temperatura no transporte e recebimento, a temperatura de cada alimento, registros, cuidados e como calibrar. Lembra este capítulo, que é importante manter sempre o termômetro carregado.

 

DISPENSA PROFISSIONAL ESPECIALIZADO

 

O conteúdo do Manual é tão didático que permite, por exemplo, explicar a maneira correta de se comprar o camarão.  “ É importante, verificar: corpo em curvatura natural e rígida; carapaça e cabeça bem aderentes ao corpo; pernas inteiras e firmes; coloração própria à espécie, sem qualquer pigmentação estranha; não apresentar mancha negra ou alaranjada na carapaça, características de camarão com a qualidade comprometida; olhos vivos e cheiro próprio suave “. Já os povos e lulas frescos devem ter: “ pele lisa e úmida; olhos vivos e salientes; carne consistente  elástica; cheiro próprio (levemente adocicado); e ausência de qualquer pigmentação estranha à espécie “.

 

A introdução do capítulo Rotulagem de Alimentos Embalados diz: “a rotulagem possibilita ao consumidor uma melhor escolha do alimento e promove práticas alimentares saudáveis. Permite rastreabilidade do alimento, previne o risco à saúde e ajuda a garantir o comércio de alimentos seguros “. Esta cartilha, segundo a Secretaria de Saúde, dispensa a intervenção de qualquer profissional especializado para a implantação das Boas Praticas na Manipulação dos Alimentos.

 

 TABELAS DE FÁCIL ENTENDIMENTO

 

O Manuel de Boas Práticas da Vigilância Sanitária de Búzios trás inúmeras tabelas de fácil entendimento que vão contribuir, sobremaneira, na conservação dos alimentos. Na página 50, a tabela de temperatura para servir os alimentos prontos expostos para o consumo, recomenda que alimentos frios – preparações que contenham pescados crus ou carnes devem atingir 5 graus e o tempo máximo de consumo de duas horas. Já a Tabela de Transporte e Recebimento explica que os produtos congelados devem alcançar os 12 graus ou conforme a recomendação do fabricante; pescados resfriados, 3 graus; carnes e derivados resfriados, 7 graus; para os demais produtos resfriados, 10 graus ou conforme a recomendação do fabricante. Os produtos quentes, no mínimo a 60 graus.

 

LANÇAMENTO DO MANUAL

 

Através de parceria com o Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares ( SindSol ), Associação de Hotéis de Búzios ( AHB ) e Associação Comercial e Empresarial de Búzios ( ACEB ), este Manual pode ser lançado no dia 17 de novembro, às 14 horas, no Centro de Convenções da Pousada dos Reis, durante Ciclo de Palestra promovido pelo SindSol:

 

– É muito importante participar desse brilhante projeto da Secretaria Municipal de Saúde que trata de um tema fundamente para a qualidade dos serviços da cadeia produtiva de alimentos em Búzios – ressaltou o empresário Thomas Weber, presidente do SindSol. A Secretaria de Saúde, através da Vigilância Sanitária de Búzios,  pretende distribuir este Manual impresso e colocar todo o conteúdo a disposição na internet.

 

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Últimas Notícias

MEIO AMBIENTE

Gustavo Schmidt fala sobre o trabalho desenvolvido pela Comissão de Meio Ambiente da Alerj e aponta futuro de Búzios e região

RIO UNA

“Búzios: paraíso sob ameaça” é tema de audiência pública na Câmara Municipal

DEBATE NA BAND

“Você é culpado ou incompetente?”, questiona Freixo a Claudio Castro durante debate na Band

MULTIVACINAÇÃO

Maricá, Cabo Frio e Rio das Ostras iniciam Campanha de Multivacinação nesta segunda-feira (8)

APOIO FEMININO

Aquiles Barreto reúne centenas de mulheres para discutir políticas públicas em Cabo Frio

MEMÓRIA AFETIVA

8ª edição do Festival Sabores de Cabo Frio terá como tema “Receitas com boas lembranças”