NOVEMBRO AZUL

Dia do professor: Educadores de Macaé comentam sobre aulas on-line

Professores da rede municipal de Macaé comentam sobre os desafios das aulas on-line e a relação com os alunos e responsáveis

Nesta quinta-feira (15), é comemorado o Dia do Professor, data que homenageia os profissionais da educação por todo o país. Com a evolução da pandemia do Covid-19, o trabalho de ensinar passou por modificações com a implantação das aulas remotas, o que levou desafios para a classe neste ano de 2020.

As aulas presenciais foram interrompidas na segunda semana de março na maioria das cidades do estado do Rio de Janeiro. Com isso, os municípios trabalharam para que as atividades escolares fossem realizadas em ambientes digitais, com a ajuda de plataformas para as aulas on-line.

Ellen Meneguiti de Andrade é professora da rede municipal de Macaé, e contou à Prensa como foi o processo de adaptação para esta nova realidade. “Do dia para a noite precisamos nos reinventar, aprender a lidar com recursos tecnológicos, disponibilizamos nossos celulares e internet quase que exclusivamente ao trabalho, viramos YouTuber, editores de vídeo, “cameraman” e tutores. A educação remota foi uma forma possível de tentar fazer alguma coisa para que a educação escolar chegasse aos alunos, por meio de grupos de WhatsApp, atividades impressas, entrega de livros didáticos etc.”.

A educadora afirma que apesar de os profissionais não terem recebido apoio financeiro para pagar a internet ou comprar computadores,as gratificações foram mantidas, ou seja, o salário recebido se manteve o mesmo das aulas presenciais.

Outra professora do município, que preferiu não se identificar, contou de que maneira teve que adaptar o ambiente de trabalho para conseguir transmitir as aulas. “Tive que improvisar em um canto da minha sala, para transformar como se estivesse mesmo em uma sala de aula, tendo todos os gastos possíveis, mas para fazer o melhor para os meus alunos. Mas tudo bem, quando se trata de ensinar, a gente dá um jeito para vê-los bem, principalmente depois de tudo isso que aconteceu. Eu tento sempre me apresentar em vídeo-chamadas, para que eles me vejam”.

A profissional ressaltou que a comunicação com os pais no processo do ensino à distância é outro fator que traz o desafio, tendo em vista que algumas famílias não possuem acesso à internet, e outros mostram uma reação negativa. Ela afirma que é necessário que os pais cooperem com os professores para que o vínculo com os alunos se fortaleça.

Segundo o vereador do município, Marcel Silvano (PT), pesquisas afirmam 90% dos profissionais não têm habilidades em tecnologia e alguns se disseram analfabetos digitais.

Incentivo à tecnologia

No dia 7 de outubro, a Câmara Municipal de Macaé aprovou o Requerimento 360/2020, com o objetivo de sugerir ao Executivo um curso de inclusão digital para os professores da cidade que seria ministrado na Faculdade Municipal Miguel Ângelo da Silva Santos (Femass).

A proposta recebeu voto favorável de todos os parlamentares presentes na sessão on-line. A ideia ainda será implantada e visa oferecer suporte para os profissionais efetuarem as lições on-line devido à suspensão das aulas presenciais na pandemia.

Retorno presencial

Em Macaé e outros municípios da Costa do Sol e Região dos Lagos, as atividades escolares presenciais permanecem suspensas. Já na cidade do Rio de Janeiro, a Justiça autorizou a Prefeitura a liberar o retorno das aulas nas escolas particulares desde o dia 1º de outubro.

De acordo com a decisão, caberá ao município “administrar e fiscalizar a implementação dos protocolos sanitários de saúde elaborados pelas instituições públicas”. A Prefeitura também deve “garantir aos alunos, a critério de seus responsáveis, a opção pela continuidade do ensino remoto”.

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários

Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen windows 10 satın al