Menu

Cidades

Deus e o futebol

2346

 

Por Rafael Alvarenga

Desde a semana passada o futebol brasileiro anda movimentado. Afinal, além dos campeonatos regionais estão em cursos também a Copa do Brasil, a Libertadores, a Copa Sul americana, a Copa do Nordeste e a Copa Verde.

Ainda assim, o que mais impressiona essa crônica não é o calendário cheio de jogos e sim os jogadores. Ontem, pelo clássico Palmeiras X São Paulo, o meia Alviverde Tchê tchê após marcar um golaço, comemorou afirmando: “Não fui eu quem fez o gol, foi Deus.” Predomina hoje, no futebol brasileiro, tanto um discurso pronto e moralista de atletas “bons samaritanos” quanto uma atribuição de tudo o que acontece no campo a onipotência divina.

Desse modo, os jogadores que um dia foram rotulados de bad boys sem papas na língua e destacados por uma relação entre um futebol encantador e um discurso particular, saíram de cena. Lembremos de Vampeta, Edílson Capetinha, Denílson, Paulo Nunes, Edmundo, Renato Gaúcho e Romário que chegou a afirmar após um jogo: Se Deus é 10. Romário é 11!

Há alguma relação, no futebol, entre o atrevimento pessoal e a capacidade de surpreender com genialidade dentro do campo? Podemos perguntar ao Tchê Tchê se na súmula a arbitragem deve atribuir o gol a quem.

Não sou a favor do futebol enlatado; do jogador impessoal; tampouco da ideia de que devemos ser todos iguais. Não somos todos iguais e essa é nossa benção, não nosso problema.

 

 

 

Deus e o futebol

2346

 

Por Rafael Alvarenga

Desde a semana passada o futebol brasileiro anda movimentado. Afinal, além dos campeonatos regionais estão em cursos também a Copa do Brasil, a Libertadores, a Copa Sul americana, a Copa do Nordeste e a Copa Verde.

Ainda assim, o que mais impressiona essa crônica não é o calendário cheio de jogos e sim os jogadores. Ontem, pelo clássico Palmeiras X São Paulo, o meia Alviverde Tchê tchê após marcar um golaço, comemorou afirmando: “Não fui eu quem fez o gol, foi Deus.” Predomina hoje, no futebol brasileiro, tanto um discurso pronto e moralista de atletas “bons samaritanos” quanto uma atribuição de tudo o que acontece no campo a onipotência divina.

Desse modo, os jogadores que um dia foram rotulados de bad boys sem papas na língua e destacados por uma relação entre um futebol encantador e um discurso particular, saíram de cena. Lembremos de Vampeta, Edílson Capetinha, Denílson, Paulo Nunes, Edmundo, Renato Gaúcho e Romário que chegou a afirmar após um jogo: Se Deus é 10. Romário é 11!

Há alguma relação, no futebol, entre o atrevimento pessoal e a capacidade de surpreender com genialidade dentro do campo? Podemos perguntar ao Tchê Tchê se na súmula a arbitragem deve atribuir o gol a quem.

Não sou a favor do futebol enlatado; do jogador impessoal; tampouco da ideia de que devemos ser todos iguais. Não somos todos iguais e essa é nossa benção, não nosso problema.

 

 

 

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

BYD Introduz Novo Portfólio de Energia no The smarter E Europe e Comemora 1 Milhão de Sistemas Batterybox Instalados

Empresa explica sobre como evitar a queda de tensão

Nova UTI pediátrica eleva o padrão de atendimento do ICIA

Plataforma gratuita e digital conecta empresas e refugiados a ofertas de emprego

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.