Menu

Cidades

Deputado quer punir com multa quem realizar falsa vaquinha online

Proposta apresentada na Alerj prevê multa de R$90 mil. Valor deverá ser revertido em investimentos para a saúde pública do Estado
Deputado Rosenverg Reis 04

O deputado estadual Rosenverg Reis (MDB) apresentou um projeto de lei na Alerj que prevê multa administrativa de 20 mil UFIRs, cerca de R$ 90 mil, para pessoas que fraudarem campanhas de vaquinhas solidárias online criadas para financiar tratamentos de saúde no âmbito do Estado do Rio de Janeiro. 
No início de março, um casal foi preso por se apropriar de imagens publicadas por uma família que solicitou contribuições para o tratamento de uma criança com câncer e, mesmo sem nenhum vínculo com ela, criou uma vaquinha online falsa para arrecadar dinheiro. 

O casal vai responder por crime de estelionato praticado com falsificação e uso de documentos falsos.

Segundo a proposta, a multa será aplicada independentemente das sanções cíveis e penais cabíveis de cada caso. A receita arrecadada com a multa será destinada à Secretaria de Estado de Saúde e aplicada integralmente em investimentos para o fomento da saúde estadual.

¨Os criminosos se aproveitam de um momento de fragilidade da saúde alheia para gerar prejuízo a outras pessoas que se solidarizam com a causa. Isso é inadmissível. Nada mais justo que paguem multa pelo mal que fizeram e que o dinheiro arrecadado para uma falsa finalidade possa ser revertido em investimentos na saúde pública¨, ressaltou o deputado.

Não só no Estado do Rio de Janeiro, mas, em todo o Brasil, cresce o número de criminosos que se apropriam de imagens de crianças acometidas com doenças graves na Internet para criarem falsas campanhas online de doação. Nem sempre as campanhas são associadas à saúde, mas também a situações de catástrofe natural, quando as vítimas precisam de doações. O cenário traz um alerta para que, antes de realizarem qualquer doação, todos verifiquem a autenticidade da campanha, seja através de um telefone de contato ou existência de instituição envolvida.

Deputado quer punir com multa quem realizar falsa vaquinha online

Proposta apresentada na Alerj prevê multa de R$90 mil. Valor deverá ser revertido em investimentos para a saúde pública do Estado
Deputado Rosenverg Reis 04

O deputado estadual Rosenverg Reis (MDB) apresentou um projeto de lei na Alerj que prevê multa administrativa de 20 mil UFIRs, cerca de R$ 90 mil, para pessoas que fraudarem campanhas de vaquinhas solidárias online criadas para financiar tratamentos de saúde no âmbito do Estado do Rio de Janeiro. 
No início de março, um casal foi preso por se apropriar de imagens publicadas por uma família que solicitou contribuições para o tratamento de uma criança com câncer e, mesmo sem nenhum vínculo com ela, criou uma vaquinha online falsa para arrecadar dinheiro. 

O casal vai responder por crime de estelionato praticado com falsificação e uso de documentos falsos.

Segundo a proposta, a multa será aplicada independentemente das sanções cíveis e penais cabíveis de cada caso. A receita arrecadada com a multa será destinada à Secretaria de Estado de Saúde e aplicada integralmente em investimentos para o fomento da saúde estadual.

¨Os criminosos se aproveitam de um momento de fragilidade da saúde alheia para gerar prejuízo a outras pessoas que se solidarizam com a causa. Isso é inadmissível. Nada mais justo que paguem multa pelo mal que fizeram e que o dinheiro arrecadado para uma falsa finalidade possa ser revertido em investimentos na saúde pública¨, ressaltou o deputado.

Não só no Estado do Rio de Janeiro, mas, em todo o Brasil, cresce o número de criminosos que se apropriam de imagens de crianças acometidas com doenças graves na Internet para criarem falsas campanhas online de doação. Nem sempre as campanhas são associadas à saúde, mas também a situações de catástrofe natural, quando as vítimas precisam de doações. O cenário traz um alerta para que, antes de realizarem qualquer doação, todos verifiquem a autenticidade da campanha, seja através de um telefone de contato ou existência de instituição envolvida.

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

BYD Introduz Novo Portfólio de Energia no The smarter E Europe e Comemora 1 Milhão de Sistemas Batterybox Instalados

Empresa explica sobre como evitar a queda de tensão

Nova UTI pediátrica eleva o padrão de atendimento do ICIA

Plataforma gratuita e digital conecta empresas e refugiados a ofertas de emprego

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.