Corpo do ex-marido da argentina Evangelina Trotta, assassinada em Búzios, é encontrado no Espírito Santo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Ele era o principal suspeito da morte da empresária e estava foragido desde o dia do crime

O corpo do ex-marido da argentina Evangelina Mariel Trotta, assassinada em Búzios, foi encontrado no município de Guarapari, no Espírito Santo. Ele era o principal suspeito da morte da empresária e estava foragido desde o dia do crime, 22 de abril.

Segundo a Polícia Civil, as investigações da delegacia de Búzios concluíram o caso como feminicídio, que tinha solicitado a prisão do autor depois que o pedido de mandado de prisão foi deferido pela Justiça. Após levantamento de informações e um trabalho de inteligência, os agentes descobriram que ele havia sido encontrado morto.

À Prensa a Polícia Civil disse que “a delegacia aguarda a confirmação da identidade pela família e do instituto de identificação competente”, mas ao G1 a Polícia Civil do Espírito Santo confirmou a morte de Diego Fusaro.

As primeiras informações dão conta de que ele se hospedou em um quarto de hotel com outro nome e teria tirado a própria vida dois dias depois do crime. Desde então, o corpo estava no Instituto Médico Legal aguardando identificação da família.  A Polícia do Rio tomou conhecimento do caso por meio do comunicado da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa de Guarapari.

Com a morte do ex-marido, o pedido de autorização de viagem e guarda provisória aguardado pela família para que os três filhos da empresária possam ir à Argentina para o sepultamento da mãe pode estar mais perto.  O caso foi analisado pela 1ª Vara de Armação dos Búzios, mas a juíza negou os pedidos formulados pelos advogados da família, que recorreram ao Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ). O processo encontra-se pendente de julgamento, nas mãos do Desembargador, Juarez Fernandes Folhes, da 13ª Câmara Civil do TJRJ.

A Prensa procurou os advogados do Gaglianone, Fonteneles & Cabral Advogados Associados nesta sexta-feira para saber como está o andamento deste pedido de tutelado e se a morte do pai dos adolescentes pode facilitar essa liberação, mas passaram nenhuma informação alegando que o caso está sob segredo de justiça.

O corpo de Evangelina segue na funerária aguardando a liberação para o traslado, o que preocupa a família, pois existe um prazo que já está vencendo. A demora aumenta o luto da família que não quer sepultá-la sem a presença dos filhos. Roberto Trotta, irmão da vítima, não quer voltar para Argentina sem garantir que os sobrinhos deem o último adeus à mãe e que recebam o acolhimento dos parentes neste momento tão difícil da tragédia familiar.

O carro dela que sumiu na noite do crime foi encontrado no hotel onde o ex-marido foi encontrado. O casal deixa três filhos com idades de 13, 15 e 18 anos.

Evangelina foi encontrada morta no dia 22 de abril dentro da residência do ex-marido no bairro de João Fernandes. A empresária do ramo de aluguel de bugues foi encontrada por dois dos seus funcionários. O caso gerou comoção no país e também no exterior. Em apenas um mês, Evangelina foi a segunda argentina morta na cidade de Búzios.

Matéria com informações do G1.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Últimas Notícias

Cabo Frio poderá proibir queima, soltura e comercialização de fogos de artifício de estampido

Governo do Estado e prefeitura de Búzios firmam termo de cooperação para pavimentação na estrada da Fazendinha

Prefeitura de Macaé paga primeira parcela do 13º salário nesta quinta

Enel Distribuição Rio promove feirão de troca de titularidade em Rio das Ostras

RECURSOS PARA A CULTURA

Vereadores de Cabo Frio se reúnem com secretário de Cultura e firmam compromisso para recuperação dos equipamentos culturais

Alerta de falsos servidores

Rio das Ostras alerta sobre falsos fiscais da vigilância sanitária