Casal recebe ameaças após expor vídeo de praias de Arraial do Cabo

Vídeo do canal Vaz Aonde mostra praias cheias durante o feriado. Polícia Civil de Arraial orienta registro de ocorrência em casos de ameaças

Um casal de ex-moradores de Arraial do Cabo levantou uma polêmica com relação à cidade, após publicarem um vídeo no Youtube em que contam sobre a saída do município, depois de sofrerem ameaças.

Marcos Vaz e Ines Lafosse moravam na cidade há seis meses, e no dia 6 de setembro, publicaram um vídeo no canal Vaz Aonde, que mostra imagens de praias de Arraial com grande número de pessoas sem máscara, durante o feriado da Independência. O casal comenta sobre o perigo da propagação do Covid-19.

O canal do Youtube contém vídeos sobre viagens e experiências do casal em diferentes lugares do mundo.

Nessa quarta-feira (09), o canal divulgou um novo vídeo, que desta vez traz o relato dos ex-moradores sobre ameaças que receberam após a repercussão das imagens da última publicação. Marcos explica que teve o número de celular compartilhado e que começou a receber mensagens com ameaças de agressões físicas e solicitação da retirada do vídeo.

“Recebemos muitas mensagens agressivas, bem violentas. Sentimos muita tristeza na hora que começamos a receber tudo aquilo, eles até falaram que sabiam onde morávamos”, conta Ines.

No vídeo, os ex-moradores ainda elogiam a maneira como o município tem lidado com a pandemia, e o funcionamento das barreiras sanitárias.

Por orientação da Polícia Civil, o casal registrou uma denúncia. Em seguida, eles se retiraram da cidade. Marcos contou à Prensa que, durante o período que morou na região, fez amizade com comerciantes locais, e lamenta ter que sair do município.

“Ainda acho Arraial é incrível. Eu sei que isso foi um caso isolado, que não representa a opinião ou a atitude da grande maioria das pessoas que moram ali. Foi um grupo pequeno que nos ameaçou e se sentiu ofendido com meu vídeo, pela opinião. Acho que a cidade tem que ser visitada, é um dos lugares mais bonitos do mundo, mas, infelizmente, a gente teve que ir embora, depois de quase seis meses, porque não nos sentimos mais seguros. Foi triste, mas não há nenhuma mágoa contra ninguém”.

Segundo a assessoria da Polícia Civil de Arraial, em casos de ameaças deste tipo, a orientação é para registrar ocorrência. O procedimento pode ser feito de forma virtual na delegacia on-line, dentro do site oficial do órgão.

O relato completo do casal pode ser acompanhado no vídeo abaixo, ou no canal do Youtube Vaz Aonde.

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS DE ARRAIAL DO CABO AQUI

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários