Menu

Cidades

Caís do centro de Búzios não foi reaberto e ainda está interditado

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A reabertura do caís do centro de Búzios, que estava marcada pra acontecer na tarde desta segunda-feira (9), não aconteceu. O prefeito André Granado, e membros do governo, ao chegarem ao caís encontraram um oficial de justiça munido de uma liminar  emitida pelo juiz Gustavo Arruda, baseada em um processo aberto pelo Sr. José Wilson Barbosa. A exploração do caís do centro já havia sido proibida anteriormente, e a medida já havia sido deferida, mas o a Justiça deu um prazo de 6 meses para regularização e no meio tempo houve outra interdição, essa feita pela Secretaria de Patrimônio da União (SPU).

O prefeito de Búzios no mesmo dia foi até o Fórum levando documentação onde, de acordo com ele, estão as licenças do Inea, Capitaneia dos Portos, e outros tramites que considera suficiente para que o município volte a explorar o caís. A reabertura do caís visa principalmente a exploração para desembarque e embarque de passageiros vindos dos transatlântico que aportam na Praia da Armação. O juiz irá estudar a documentação enviada pelo prefeito André.

O teor da decisão judicial que impediu a reinauguração  aborda que o caís pertence a União e que tem sido explorado pela administração municipal  direta do município sem licitação e sem licença.

 

Caís do centro de Búzios não foi reaberto e ainda está interditado

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A reabertura do caís do centro de Búzios, que estava marcada pra acontecer na tarde desta segunda-feira (9), não aconteceu. O prefeito André Granado, e membros do governo, ao chegarem ao caís encontraram um oficial de justiça munido de uma liminar  emitida pelo juiz Gustavo Arruda, baseada em um processo aberto pelo Sr. José Wilson Barbosa. A exploração do caís do centro já havia sido proibida anteriormente, e a medida já havia sido deferida, mas o a Justiça deu um prazo de 6 meses para regularização e no meio tempo houve outra interdição, essa feita pela Secretaria de Patrimônio da União (SPU).

O prefeito de Búzios no mesmo dia foi até o Fórum levando documentação onde, de acordo com ele, estão as licenças do Inea, Capitaneia dos Portos, e outros tramites que considera suficiente para que o município volte a explorar o caís. A reabertura do caís visa principalmente a exploração para desembarque e embarque de passageiros vindos dos transatlântico que aportam na Praia da Armação. O juiz irá estudar a documentação enviada pelo prefeito André.

O teor da decisão judicial que impediu a reinauguração  aborda que o caís pertence a União e que tem sido explorado pela administração municipal  direta do município sem licitação e sem licença.

 

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

CBA realiza a 3ª etapa do Campeonato Brasileiro de Arrancada em Uberlândia-MG

ONG impacta 5 mil crianças e adolescentes pelo esporte em 27 cidades no país

MPD inicia obras do Trinity: residencial em São Paulo

MSS Experience: Evento de milhas e viagens aterriza em SP

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.