Cadê os turistas?

whatsapp-image-2016-12-31-at-13-21-33
José em frente ao famoso Copacabana Palace
PROLAGOS 300_250_pix

Por *José Carlos Alcântara

O turismo de sol e praia é aquele que atrai mais visitantes estrangeiros ao Brasil, como podemos observar ao examinar os estudos mais antigos do Ministério do Turismo. Essa foi a opção preferida para 64% de nossos visitantes. Mas, por que o Brasil continua recebendo tão poucos turistas estrangeiros?  Os números são eloquentes. Apesar do aumento do fluxo turístico ter crescido cerca de 6% nos últimos anos, chega a apenas 6 milhões o número de turistas que a cada ano aterrissam no país. Uma boa parte desses visitantes ou mais de 1 milhão e meio, são de nossos vizinhos argentinos, chilenos, uruguaios e provenientes de outros países latino-americanos.

 

O Brasil possui 8.000 quilômetros de praias, sendo que muitas delas são consideradas como verdadeiros santuários entre as belezas naturais do planeta. Esse punhado de apenas 6 milhões de turistas que aqui chegam, está muito longe de alcançar nosso potencial para receber até cerca de 40 milhões de turistas, segundo estimam os especialistas, diante dos mais de 1 bilhão de turistas que viajam pelo mundo anualmente.

Com um território 98 vezes menor que o Brasil, Portugal recebe mais de 1 milhão e 200 mil turistas do que nós (7,2 milhões). A Espanha, chega a receber quase dez vezes mais turistas que o Brasil (56,7 milhões), mesmo contando com um território 16 vezes menor e uma população cinco vezes menor que a nossa. A Ucrânia recebe muito mais turistas que o Brasil (21 milhões), o Egito recebe 12 milhões e a Turquia 30 milhões de turistas.

 

Será que é porque o Brasil está muito longe da Europa? Mas, a China está à mesma distância da Espanha (9.000 Kms) e é bem mais visitada. A Austrália, que é duas vezes mais distante (16.000 kms) recebe mais turistas europeus anualmente do que os que aqui desembarcam. Então, por que é que o Brasil não consegue atrair um número maior de turistas, apenas com a beleza do seu turismo de sol e praia? Os turistas nunca se queixam de ter sido incômodo chegar aqui e admitem reiteradamente que a beleza encontrada compensou a viagem.

 

Mais de 90% deles declaram que desejam voltar, devido não só as nossas belezas naturais, mas inclusive por causa do calor humano que também encontram por parte da nossa gente. O que nos impede então, de ampliarmos a quantidade e a qualidade dos turistas que todos os anos vêm nos visitar? Estas são as respostas de dois turistas que nos visitam com frequência:

 

  1. A) Como estrangeiro morando nos EUA e viajando para o Brasil à negócios com frequência, posso apontar várias razões para a falta de mais turistas interessados em visitar o Brasil:

1.Custo de estadia: Nas décadas de 80, 90 e início dos aos 2000, o câmbio era muito favorável para o estrangeiro visitar o Brasil. Porém, nos últimos anos, apesar da desvalorização do real frente ao dólar, os preços têm subido para valores superiores à norma que estamos habituados, fazendo com que o custo de estadias nos principais centros turísticos se tornem insustentáveis.

 

2.Custo da passagem aérea: Passagens aéreas têm custos que variam de US$1000 a US$2000. Sim, há condições de comprar passagens mais baratas. Mas, são passagens para a Europa, Ásia, etc, que são geralmente mais baratas do que as as passagens para o Brasil.

 

3.Imagem na imprensa: Lamentavelmente, as notícias que alcançam os jornais nos EUA, são aquelas que tratam da violência ou da insegurança causada pela preocupação com o crescimento das favelas e os enfrentamentos com a polícia.

 

  1. B) O que posso responder é que aqui na França, muitas pessoas têm medo de ser assaltadas no Brasil, e esse é um dos principais argumentos que ouvi para não visitarem o Brasil:

 

1.Por outro lado, frequento pessoas que viajam pelo mundo inteiro, mas raramente encontro alguém que já esteve no Brasil. Há outras que me responderam que um dia talvez irão ao Brasil, mas no momento preferem viajar para outras destinações, como a África e a Ásia, por exemplo.

 

2.Bem, como frequento um tipo de turistas muitos especiais; os que gostam de viajar à pé; só posso dizer que para eles o Brasil não é visto como um pais de “turismo de natureza”. É mais visto como o pais do futebol e do Carnaval, da festa, da jet set, e não um país com grandes e fantásticos lugares para se desfrutar.

O que observamos hoje por aqui, é um crescimento exponencial de um turismo pendular local, com uma ansiedade de visitar e consumir enlouquecidamente tudo o que acham que os fará com que sejam mais felizes. O que é uma pena, principalmente por estarmos diante de uma natureza que, além de ser só um destino famoso de sol e praia, poderia ser também o destino de um turismo voltado para a natureza, que é privilegiada no Brasil e sempre estará disponível de graça, para todos os que queiram usufruir dela com paz e tranquilidade.

*José  Carlos Alcântara é consultor empresarial e Assessor da Presidência da ACRJ Associação Comercial do Rio de Janeiro

Comentários estão fechados.