Menu

Cidades

Búzios e a Taxa de Proteção Ambiental: implementação prevista para 2025

Em Ubatuba a TPA já arrecadou em 4 meses de 2024 cerca de R$ 20 milhões e pode chegar a R$ 58 milhões até o fim do ano
Buzios, Brazil - Day 02 at the 2023 Youth Sailing World Championships, on December 10, 2023 in Buzios, Brazil. (Photo: Gabriel Heusi/World Sailing)
Buzios, Brazil - Day 02 at the 2023 Youth Sailing World Championships, on December 10, 2023 in Buzios, Brazil. (Photo: Gabriel Heusi/World Sailing)

Desde 2017, a cidade de Búzios possui uma lei que institui a Taxa de Proteção Ambiental (TPA), sancionada pelo então prefeito André Granado. A TPA é uma cobrança aplicada a veículos de turistas com o objetivo de arrecadar recursos para a conservação ambiental. No entanto, a implementação da TPA em Búzios está prevista apenas para 2025, conforme afirmou o atual prefeito Alexandre Martins, em entrevista à Prensa no ano passado.

Ubatuba: crescimento expressivo na arrecadação da TPA

Ubatuba, litoral de São Paulo – Foto Prefeitura de Ubatuba

A experiência de Ubatuba, cidade do litoral norte de São Paulo, destaca-se pela implementação eficaz da TPA. Em 2023, a arrecadação chegou a R$ 20 milhões em 10 meses. No entanto, nos primeiros quatro meses de 2024, a arrecadação já atingiu R$ 19,5 milhões, conforme dados da Secretaria da Fazenda e Planejamento, divulgados em 23 de maio durante uma audiência pública. Este crescimento significativo projeta que Ubatuba mais que dobrará o valor arrecadado no mesmo período do ano passado. Se a tendência continuar, a cidade pode arrecadar mais de R$ 58 milhões até o final do ano.

Parte desse valor é direcionada ao Fundo de Meio Ambiente, que, juntamente com o Conselho Municipal de Meio Ambiente, decide sobre a aplicação dos recursos. O secretário adjunto da Fazenda e Planejamento, Benedito Altair dos Santos, enfatizou a importância desse recurso para projetos de gestão ambiental.

Bombinhas: TPA sazonal e benefícios locais

Imagem aérea de parte de Bombinhas – Crédito Prefeitura de Bombinhas

Em Bombinhas, Santa Catarina, a TPA é aplicada apenas durante a alta temporada, de 15 de novembro a 15 de abril. Esta medida temporária é utilizada para a manutenção das praias e infraestrutura durante os períodos de maior visitação. O valor arrecadado varia de acordo com o tipo de veículo, garantindo recursos para a limpeza e preservação ambiental da cidade, que também recebe cerca de 200 mil visitantes no verão.

Desafios e planos para Búzios

Alexandre Martins – Foto Grupo Prensa de Babel

Ao ser questionado, à época, sobre a aplicação da TPA em Búzios, Alexandre Martins explicou que a cidade está focada na revisão do Plano Diretor e na necessidade de um estudo para um novo plano de mobilidade urbana. Ele ressaltou que, embora Búzios não seja inteiramente uma área de proteção ambiental, muitos de seus parques e praias merecem atenção especial.

“Acredito que tudo dependerá do resultado destes estudos. Se a taxa será para todo o município ou somente reservada as praias dentro das áreas de proteção”. comentou.

No entanto, o líder do governo na Câmara, Dom de Búzios, afirma ser entusiasta da TPA, e explica que fez parte da discussão em 2017 e, quando secretário de turismo em 2023, apresentou um estudo ao prefeito Martins em que apresenta indicativos para a implantação da taxa e os seus benefícios ao município.

Dom de Búzios. Foto divulgação

“Posso afirmar que toda a Casa Legislativa é unanime no quesito TPA, já que a ideia é que a taxa não funcione como um pedágio, mas como uma contribuição justa dos visitantes para a preservação do município. Na verdade até brinco com uma rima: ‘Sem TPA, Búzios vai acabar’.”, comenta o vereador.

Comparações e expectativas

A expectativa é que a TPA em Búzios, quando aplicada, traga benefícios semelhantes, aliviando os moradores dos custos gerados pelo turismo e promovendo a conservação de suas belezas naturais. A previsão para 2025 deixa claro que há um caminho a ser trilhado, com estudos e planejamentos necessários para garantir que a taxa seja aplicada de forma eficiente e justa.

A implementação da TPA em Búzios tem potencial para seguir o exemplo de outras cidades turísticas, onde os recursos arrecadados já contribuem para a gestão de resíduos e outros projetos ambientais, seguindo uma plano adequado as características do município. Em Bombinhas, por exemplo, a cobrança sazonal da TPA mostra-se eficaz na manutenção da cidade durante os picos de visitação.

Tabelas dos valores aplicados em cada cidade

Motocicleta, motoneta , bicicleta a motorUbatuba R$ 3,50 Bombinhas R$ 4,50
Veículos de pequeno porte (passeio/automóvel)Ubatuba R$ 13,00 Bombinhas R$ 36,50
Veículos utilitários (caminhonete e furgão)Ubatuba R$ 19,50 Bombinhas R$ 54,50
Veículos de excursão (van) e micro-ônibusUbatuba R$ 39,00 Bombinhas R$ 73,00
CaminhõesUbatuba R$ 59,00 Bombinhas R$ 109,50
ÔnibusUbatuba R$ 92,00 Bombinhas R$ 183,00

Búzios e a Taxa de Proteção Ambiental: implementação prevista para 2025

Em Ubatuba a TPA já arrecadou em 4 meses de 2024 cerca de R$ 20 milhões e pode chegar a R$ 58 milhões até o fim do ano
Buzios, Brazil - Day 02 at the 2023 Youth Sailing World Championships, on December 10, 2023 in Buzios, Brazil. (Photo: Gabriel Heusi/World Sailing)
Buzios, Brazil - Day 02 at the 2023 Youth Sailing World Championships, on December 10, 2023 in Buzios, Brazil. (Photo: Gabriel Heusi/World Sailing)

Desde 2017, a cidade de Búzios possui uma lei que institui a Taxa de Proteção Ambiental (TPA), sancionada pelo então prefeito André Granado. A TPA é uma cobrança aplicada a veículos de turistas com o objetivo de arrecadar recursos para a conservação ambiental. No entanto, a implementação da TPA em Búzios está prevista apenas para 2025, conforme afirmou o atual prefeito Alexandre Martins, em entrevista à Prensa no ano passado.

Ubatuba: crescimento expressivo na arrecadação da TPA

Ubatuba, litoral de São Paulo – Foto Prefeitura de Ubatuba

A experiência de Ubatuba, cidade do litoral norte de São Paulo, destaca-se pela implementação eficaz da TPA. Em 2023, a arrecadação chegou a R$ 20 milhões em 10 meses. No entanto, nos primeiros quatro meses de 2024, a arrecadação já atingiu R$ 19,5 milhões, conforme dados da Secretaria da Fazenda e Planejamento, divulgados em 23 de maio durante uma audiência pública. Este crescimento significativo projeta que Ubatuba mais que dobrará o valor arrecadado no mesmo período do ano passado. Se a tendência continuar, a cidade pode arrecadar mais de R$ 58 milhões até o final do ano.

Parte desse valor é direcionada ao Fundo de Meio Ambiente, que, juntamente com o Conselho Municipal de Meio Ambiente, decide sobre a aplicação dos recursos. O secretário adjunto da Fazenda e Planejamento, Benedito Altair dos Santos, enfatizou a importância desse recurso para projetos de gestão ambiental.

Bombinhas: TPA sazonal e benefícios locais

Imagem aérea de parte de Bombinhas – Crédito Prefeitura de Bombinhas

Em Bombinhas, Santa Catarina, a TPA é aplicada apenas durante a alta temporada, de 15 de novembro a 15 de abril. Esta medida temporária é utilizada para a manutenção das praias e infraestrutura durante os períodos de maior visitação. O valor arrecadado varia de acordo com o tipo de veículo, garantindo recursos para a limpeza e preservação ambiental da cidade, que também recebe cerca de 200 mil visitantes no verão.

Desafios e planos para Búzios

Alexandre Martins – Foto Grupo Prensa de Babel

Ao ser questionado, à época, sobre a aplicação da TPA em Búzios, Alexandre Martins explicou que a cidade está focada na revisão do Plano Diretor e na necessidade de um estudo para um novo plano de mobilidade urbana. Ele ressaltou que, embora Búzios não seja inteiramente uma área de proteção ambiental, muitos de seus parques e praias merecem atenção especial.

“Acredito que tudo dependerá do resultado destes estudos. Se a taxa será para todo o município ou somente reservada as praias dentro das áreas de proteção”. comentou.

No entanto, o líder do governo na Câmara, Dom de Búzios, afirma ser entusiasta da TPA, e explica que fez parte da discussão em 2017 e, quando secretário de turismo em 2023, apresentou um estudo ao prefeito Martins em que apresenta indicativos para a implantação da taxa e os seus benefícios ao município.

Dom de Búzios. Foto divulgação

“Posso afirmar que toda a Casa Legislativa é unanime no quesito TPA, já que a ideia é que a taxa não funcione como um pedágio, mas como uma contribuição justa dos visitantes para a preservação do município. Na verdade até brinco com uma rima: ‘Sem TPA, Búzios vai acabar’.”, comenta o vereador.

Comparações e expectativas

A expectativa é que a TPA em Búzios, quando aplicada, traga benefícios semelhantes, aliviando os moradores dos custos gerados pelo turismo e promovendo a conservação de suas belezas naturais. A previsão para 2025 deixa claro que há um caminho a ser trilhado, com estudos e planejamentos necessários para garantir que a taxa seja aplicada de forma eficiente e justa.

A implementação da TPA em Búzios tem potencial para seguir o exemplo de outras cidades turísticas, onde os recursos arrecadados já contribuem para a gestão de resíduos e outros projetos ambientais, seguindo uma plano adequado as características do município. Em Bombinhas, por exemplo, a cobrança sazonal da TPA mostra-se eficaz na manutenção da cidade durante os picos de visitação.

Tabelas dos valores aplicados em cada cidade

Motocicleta, motoneta , bicicleta a motorUbatuba R$ 3,50 Bombinhas R$ 4,50
Veículos de pequeno porte (passeio/automóvel)Ubatuba R$ 13,00 Bombinhas R$ 36,50
Veículos utilitários (caminhonete e furgão)Ubatuba R$ 19,50 Bombinhas R$ 54,50
Veículos de excursão (van) e micro-ônibusUbatuba R$ 39,00 Bombinhas R$ 73,00
CaminhõesUbatuba R$ 59,00 Bombinhas R$ 109,50
ÔnibusUbatuba R$ 92,00 Bombinhas R$ 183,00

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

World Trail Races retorna a Arraial do Cabo pela nona vez

Últimos dias: Mutirão da Catarata tem inscrições somente até o dia 20 de junho

Sindsol Búzios Celebra 28 Anos de História

Projeto Búzios Presente no mês do meio-ambiente promove Eco Trail de Educação Ambiental

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.