Búzios: Coletivo “Por Nossos Filhos” cobra respostas do prefeito Alexandre Martins

Coletivo solicita mais transparência sobre pontos em aberto no processo de volta às aulas em Búzios, além de medidas mais seguras para alunos e professores

Representantes do coletivo de pais de alunos da rede pública de Búzios, “Por Nossos Filhos, se reuniram com o prefeito Alexandre Martins, na manhã desta quarta-feira (7). O encontro teve o objetivo de debater as diretrizes para a volta às aulas na cidade. A secretária de Educação, Carla Natália, foi convidada mas não compareceu.

Durante o encontro, o prefeito explicou que a intenção é que, futuramente, o município adote o ensino híbrido, sendo 50% de forma remota (virtual) e os outros 50% presencial.

Como a pretensão do município é de que o retorno escolar inicie de forma remota, o coletivo questionou Alexandre sobre a continuidade do auxílio alimentação. Em resposta, o prefeito comunicou que o governo municipal tem tido gastos elevados com o benefício. Após a insistência dos responsáveis pelos estudantes, o prefeito afirmou que irá estudar a possibilidade de mantê-lo por um valor menor, cerca de R$50,00.

O auxílio foi criado durante a gestão do prefeito André Granado (MDB), para servir como um meio de garantir a segurança alimentar dos alunos durante a pandemia do novo coronavírus, período em que as aulas presenciais foram suspensas. O valor atual das parcelas é de R$200 por aluno.

Ao fim da reunião, os membros do coletivo redigiram uma carta com algumas exigências para que o processo de volta às aulas aconteça de forma eficiente e segura para os alunos e professores. Os representantes pedem esclarecimentos sobre a disponibilização de internet nas escolas, solicitam uma reestruturação das unidades de ensino, como áreas ventiladas, climatização das salas e janelas amplas, para que ofereçam mais segurança, no caso de uma possível volta presencial. O documento ainda reforça os questionamentos sobre a continuidade do auxílio alimentação.

“Foi uma reunião muito ruim, sinceramente. Nós saímos sem esperança nenhuma. O próximo passo vai ser enviarmos a nossa carta para a representante da secretaria de Educação, mas estamos vendo de nos reunir com ela entre hoje e amanhã, no mais tardar, na sexta-feira, para obter respostas. Queremos números de processos e queremos um planejamento que seja real, não só de palavras”, comenta Belen Bigorra, uma das fundadoras do Por Nossos Filhos.

Prefeito Alexandre Martins durante a reunião. Imagem: “Por Nossos Filhos” | Divulgação

Outro ponto sem respostas é a questão da disponibilização de tablets para os alunos. Após um encontro da secretária Carla Natália com representantes do coletivo de pais “Por Nossos Filhos”, realizado em janeiro deste ano, a pasta se comprometeu em disponibilizar os aparelhos para os alunos do ensino fundamental ao ensino médio da rede municipal e também para os professores. A Prensa questionou a Prefeitura com relação à medida, mas não obteve respostas.

Retorno das aulas

Após a reunião, a Seme confirmou que os alunos da rede municipal poderão retornar às atividades escolares de forma virtual a partir da próxima segunda-feira (12). De acordo com o governo municipal, as aulas terão início com uma Live da Secretária de Educação, professora Carla Natalia Marinho, que dará as boas vindas aos alunos, familiares e fará a apresentação do cronograma para o ano letivo de 2021.

A partir das 09h30, os alunos poderão utilizar os canais do site da Prefeitura e redes sociais, como Facebook, Instagram, YouTube e WhatsApp para ter acesso ao material.

Segundo a Seme, serão disponibilizadas vídeoaulas, apostilas e diversas outras atividades.

Comentários

Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen lisans satın al office 2019 satın al follower kaufen instagram follower kaufen porno