Menu

Cidades

Após duas tentativas frustradas, Búzios marca nova licitação para medicamentos com canabidiol para o dia 13

Pregões anteriores foram suspensos por falta de documentação das empresas
Canbis Búzios

Está marcado para o próximo dia 13, às 10 horas, a licitação para a compra de medicamentos a base de canabidiol para tratamento na rede SUS em Armação dos Búzios. Esta é mais uma tentativa de concluir o procedimento de aquisição dos remédios que possuem a substância presente na Cannabis Sativa, depois de dois pregões malsucedidos.

A licitação não foi realizada pela falta de documentação das empresas participantes, o que se espera que não seja um obstáculo desta vez. Para o presidente da Comissão de Estudos da Cannabis Medicinal da OAB de Búzios, o jornalista e advogado Hamber Carvalho, acredita que o problema tenha relação com o ineditismo da operação.

“O grande problema é que essas empresas nunca comercializaram o canabidiol para o serviço público. Então eles têm pouco trato com as normativas da Anvisa. Então eles estão errando justamente no fornecimento de documentos e, nesse caso, a Anvisa é muito rígida. Existem duas grandes normas que disciplinam o fornecimento desses medicamentos. Só que disciplinam principalmente para o comércio em geral e não para uma Prefeitura”, explica o especialista.

Búzios foi o primeiro município do estado do Rio de Janeiro a regulamentar o uso do canabidiol para tratamento na rede municipal de Saúde. A licitação e para compra de medicamentos para atender 360 crianças autistas; 82 crianças com epilepsia refratária que participam do programa “Clínica de Cannabis Sativa Beija Flor”, e que não respondem aos tratamentos convencionais.

Após duas tentativas frustradas, Búzios marca nova licitação para medicamentos com canabidiol para o dia 13

Pregões anteriores foram suspensos por falta de documentação das empresas
Canbis Búzios

Está marcado para o próximo dia 13, às 10 horas, a licitação para a compra de medicamentos a base de canabidiol para tratamento na rede SUS em Armação dos Búzios. Esta é mais uma tentativa de concluir o procedimento de aquisição dos remédios que possuem a substância presente na Cannabis Sativa, depois de dois pregões malsucedidos.

A licitação não foi realizada pela falta de documentação das empresas participantes, o que se espera que não seja um obstáculo desta vez. Para o presidente da Comissão de Estudos da Cannabis Medicinal da OAB de Búzios, o jornalista e advogado Hamber Carvalho, acredita que o problema tenha relação com o ineditismo da operação.

“O grande problema é que essas empresas nunca comercializaram o canabidiol para o serviço público. Então eles têm pouco trato com as normativas da Anvisa. Então eles estão errando justamente no fornecimento de documentos e, nesse caso, a Anvisa é muito rígida. Existem duas grandes normas que disciplinam o fornecimento desses medicamentos. Só que disciplinam principalmente para o comércio em geral e não para uma Prefeitura”, explica o especialista.

Búzios foi o primeiro município do estado do Rio de Janeiro a regulamentar o uso do canabidiol para tratamento na rede municipal de Saúde. A licitação e para compra de medicamentos para atender 360 crianças autistas; 82 crianças com epilepsia refratária que participam do programa “Clínica de Cannabis Sativa Beija Flor”, e que não respondem aos tratamentos convencionais.

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

ONC Care da Hill’s traz nutrição de apoio para pets em tratamento oncológico

Projetos de pesquisa do câncer recebem prêmio internacional

São Paulo sedia Campeonato Brasileiro de Remo Master

Especialista alerta sobre novo golpe dos precatórios

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.