10 passeios imperdíveis para fazer em Maricá

[views count='0' print='1']

André Granado: o médico que desafia a política de Búzios 

blank
André Granado em entrevista no Golden Coffee da Ruas Pedras - Foto Prensa de Babel
Ex-secretário de saúde e ex-prefeito aponta os desafios da gestão municipal e de seu futuro político em cidade dividida e com problemas reais a serem resolvidos

Médico bem-sucedido, André Granado afirma ter encontrado na política uma extensão de seu compromisso com o serviço à comunidade. Em uma entrevista franca, ele revela as dificuldades enfrentadas durante seu mandato como prefeito de Búzios, aponta falhas na administração pública e discute seu possível retorno à arena política, em um contexto marcado por desafios econômicos, políticos e sociais.  Nesta entrevista franca, André Granado revela não apenas os desafios enfrentados durante seu mandato como prefeito, mas também sua visão sobre o presente com duas eleições municipais em apenas um ano, o futuro político de Búzios e os caminhos possíveis para superar as adversidades.

Prensa de Babel: Sendo um médico bem-sucedido, por que entrou na política?

André Granado: Sou médico por formação, ingressei na política motivado pelo desejo de servir à comunidade. É a essência de ser médico, a minha trajetória, marcada pela atuação filantrópica da minha família, me levou a buscar formas de contribuir ainda mais para o bem-estar dos cidadãos de Búzios.

Prensa: Eleito prefeito, quais foram os principais desafios na administração municipal?

Granado: Ao assumir a prefeitura, me deparei com uma série de desafios, um deles falta de apoio da população quando ataquei diretamente questões estruturais como o ordenamento urbano, o trânsito e a limpeza pública. Tive dificuldades de implementar medidas necessárias em meio à resistência de alguns setores da sociedade.

Prensa: Pode explicar melhor quais foram essas dificuldades?

Granado: Em resposta a essa pergunta é preciso reconhecer que é evidente que existe uma ideia difundida na cidade, em todas as esferas, de que a Prefeitura deve se adaptar às necessidades individuais de cada cidadão, em vez de impor medidas que beneficiem o coletivo. Essa peculiaridade da cidade foi algo com o qual eu não estava preparado para lidar. Muitas pessoas expressam desejar o bem da cidade, mas mostram resistência em ceder em determinadas questões. A falta de apoio se reflete em diversos aspectos, como o trânsito, a organização das praias e até mesmo em questões simples como o cumprimento das regras, como a proibição de vidro nas praias. É necessário que a prefeitura fiscalize essas questões de forma mais efetiva, mas também é importante que a sociedade se envolva e apoie as iniciativas municipais. Infelizmente, alguns segmentos agem de forma hipócrita, fazendo média sem um real compromisso com a melhoria da cidade. É preciso um esforço conjunto para resolver esses problemas e elevar Búzios a um padrão de cidade de destaque mundial.

Prensa: Pode se dizer então, que saúde e infraestrutura foram a prioridades dos seus mandatos?

Granado: A saúde e a infraestrutura urbana são áreas fundamentais que demandaram minha atenção especial. O que fiz foi democratizar o acesso aos serviços de saúde e a realização de obras de infraestrutura que promoveram a qualidade de vida dos cidadãos. Criei um cinturão de 100% de cobertura na saúde básica de Búzios, com novas Unidades Básicas de Saúde, policlínica na Rasa, Clinica da Saúde da Família. E ainda enfrentei meia dúzia de pessoas, que usaram o Ministério Público contra mim, que eram contra a construção de uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

Prensa: Qual foi essa UBS?

Granado:  Antes da resposta à pergunta, é crucial compreender qual era a essência de nossa proposta em plano geral: dignidade. Nos casos específicos das UBS e outras unidades de saúde, buscamos proporcionar um ambiente limpo, amplo e organizado, onde os cidadãos pudessem ter acesso rápido e eficiente aos serviços de saúde. Agora respondendo a pergunta, enfrentamos desafios significativos, como o período de dois anos de espera devido a entraves burocráticos, para transformar um terreno abandonado em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) em Geribá, integrada ao ambiente urbano, com uma praça humanizada e uma vista privilegiada para a lagoa. No entanto, enfrentamos obstáculos como o denuncismo, onde algumas pessoas utilizam o Ministério Público para travar o andamento de iniciativas governamentais. É importante questionar se um posto de saúde é menos importante que uma praça, quando na verdade a UBS democratiza o acesso à saúde, evitando que os cidadãos tenham que gastar tempo e dinheiro para buscar atendimento em outras localidades. Hoje uma pessoa para sair da Rasa para ir marcar uma consulta na Policlínica de Manguinhos quanto custa em tempo e dinheiro? Criamos a Policlínica da Rasa, Clínica da Família, Centro de Fisioterapia, tudo na Rasa. E ainda falando de infraestrutura, desapropriamos a Bem-te-vi e fizemos aquela praça que hoje é o coração do bairro, fizemos uma um cineteatro…

Prensa:  Quais foram as fraquezas do seu governo?  Pode falar sobre isso?

Granado: Posso sim. Durante meu mandato enfrentei uma crise econômica e política sem precedentes no pais, de 2015 a 2017, que impactou diretamente a administração municipal.  Foram obstáculos enfrentados para equilibrar as contas públicas e superar as adversidades políticas. É verdade que no início enfrentamos desafios financeiros significativos.

Prensa: Quais?

Granado: Inicialmente, tínhamos uma receita de royalties considerável, mas ela diminuiu para menos da metade. Além disso, houve reduções nos repasses e nos fundos de participação federal, bem como uma diminuição no ICMS. Lidamos com essas dificuldades da melhor maneira possível.

Prensa: Mas também teve questões judiciais, não?

Granado: Sim, mas também questões políticas. No meu segundo mandato, enfrentei um pedido de impeachment em apenas quatro meses. Teve também o processo que surgiu devido à questão dos concursados, dos quais eu deveria ter chamado 100%, mas não pude devido à falta de vagas. O entendimento do judiciário sobre o assunto foi equivocado. No caso específico do primeiro concurso, o candidato já estava de licença prêmio e havia outro ocupando sua posição. Foi uma decisão política do gestor anterior a mim convocar o concurso inteiro antes mesmo de eu assumir. Outro ponto de controvérsia o processo seletivo para a Educação. Recebi críticas como se estivesse criando um cabide de emprego, mas na verdade era um processo seletivo legítimo. Vale ressaltar que esse foi um período de transição, em que o judiciário estava passando por uma digitalização, o que impactou na gestão dos processos físicos, o que me prejudicou para apresentar nossa defesa. Mas, diante desses desafios, busquei sempre agir dentro dos parâmetros legais e administrativos, enfrentando as dificuldades com transparência e responsabilidade.

Prensa: Não acha que houve alguns erros de comunicação direta com à população?

Granado: Sim, eu me comuniquei mal. Acreditava que ao oferecer espaços públicos revitalizados, como praças, unidades básicas de saúde (UBS) e ruas calçadas, estaríamos atendendo às necessidades visíveis da comunidade, e então isso seria entendido diretamente. No entanto, percebi que a comunicação é fundamental.

Prensa: Voltado lá ao tema do que te prejudicou durante o mandato, teve pessoas envolvias também, não é?  Isso te abalou? Pode voltar a ter uma relação com elas?

Granado: Não me abalou e não me abala, pois nunca foram verdadeiros aliados, e não desejo manter contato com eles.

Prensa: E esse período afastado, como está sendo?

Granado: Ao longo do período em que estive afastado da política, concentrei meus esforços em cuidar de minha vida pessoal e profissional. Como médico, tive que dedicar tempo à minha empresa e à minha família. Ser prefeito implicou em prejuízos financeiros e emocionais, mas sempre mantive o compromisso de continuar prestando serviços à comunidade.

Prensa: E qual o futuro político de André Granado?  

Granado: Apesar dos percalços enfrentados, não descarto um retorno à política. No entanto, ressalto a importância do apoio da comunidade e a necessidade de uma mudança de mentalidade para enfrentar os desafios que ainda estão por vir. Reforçando: quando questionado sobre meus planos políticos futuros, é importante esclarecer que minha intenção está inteiramente voltada para o apoio à comunidade, não em termos financeiros ou políticos. Isso principalmente no que diz respeito ao ordenamento e ao atendimento das demandas das pessoas. Tenho convicção de que muitas das questões que afligem nossa cidade podem ser resolvidas de forma rápida e eficiente, como o ordenamento, algo que posso resolver em um dia, sem qualquer pretensão de arrogância.

Prensa: O que exatamente quer dizer com ‘vai depender do apoio da comunidade’?

Granado: A comunidade como um todo tem que querer a mudança de verdade. Vou te dar um exemplo: é injusto que aqueles que exploram nossa praia não contribuam para sua limpeza e manutenção da mesma não é verdade?  Durante meu mandato, solicitei que cada ambulante cuidasse do seu espaço, e tive resistência. Qualquer retorno à política exigirá um apoio significativo da comunidade, pois almejo implementar mudanças que afetarão a todos, e isso requer um esforço conjunto.

Prensa: Para fechar então, inevitavelmente, temos uma eleição à vista, com campanhas em curso, polarizada. Apenas dois candidatos. Quem André Granado apoia nesse momento?

Granado: João é um indivíduo mais preparado hoje, com vasta experiência e um profundo desejo de servir à comunidade. Sua trajetória política, iniciada como vereador e culminando em cargos de grande relevância, como presidente da Câmara, secretário municipal e estadual, reflete seu comprometimento com o serviço público e sua capacidade de liderança. Quando discutimos o papel de João na política local, é essencial entender sua evolução e seu compromisso com o desenvolvimento da cidade.

Prensa:  Mas João decidiu por vir como vice de Rafael Aguiar, ainda assim seu apoio é a João?

Granado: É importante destacar que as decisões de João foram moldadas pelo contexto político e pelas necessidades da cidade. Sua participação em um grupo político com um projeto regional mais amplo demonstra seu compromisso com o desenvolvimento não apenas de Búzios, mas de toda a região. João não é um oportunista; ele já possui espaço consolidado no estado e sua dedicação à cidade é impulsionada por um genuíno desejo de realizar um sonho e contribuir para o progresso local. Búzios enfrenta desafios significativos, incluindo dívidas e contratos que não podem ser cumpridos. Neste contexto, é fundamental que tenhamos líderes como João, que possuam a visão, a experiência e o comprometimento necessários para enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades em benefício de toda a comunidade.

.

Mais Lidas

blank

‘Morte Materna Zero’ é tema de treinamento em Búzios

[views count="1" print="0"]
blank

Verão Búzios começa com shows de Carol Biazin e Sandra de Sá no Fishbone

[views count="1" print="0"]
blank

Maricá terá 19 palcos em diversos pontos de folia no Carnaval

[views count="1" print="0"]
blank

A maré tá boa pro Sapato, brother arremata ‘Poder Curinga’ da semana

[views count="1" print="0"]
blank

Procon de Cabo Frio fiscaliza cobrança de consumação mínima na Praia do Peró

[views count="1" print="0"]
blank

Ricardo Alface vence a prova do anjo e entrega monstro aos brothers Gabriel Santana e Domitila

[views count="1" print="0"]

BBB 24

blank
BBB 24

Alane é a 21ª eliminada do reality

blank
BBB 24

Alane é a 21ª eliminada do reality

blank
BBB 24

Beatriz é a 20ª eliminada do reality

blank
BBB 24

Beatriz é a 20ª eliminada do reality

blank
BBB 24

Beatriz, Davi e Isabelle formam a 20ª berlinda

blank
BBB 24

Beatriz, Davi e Isabelle formam a 20ª berlinda

blank
BBB 24

Matteus é o novo Líder do BBB 24

blank
BBB 24

Matteus é o novo Líder do BBB 24

blank
BBB 24

Lucas Henrique é o 19º eliminado do reality

blank
BBB 24

Lucas Henrique é o 19º eliminado do reality

blank
BBB 24

Alane, Isabelle e Lucas Henrique formam a 19ª berlinda

blank
BBB 24

Alane, Isabelle e Lucas Henrique formam a 19ª berlinda

Últimas Notícias

LIMPEZA DE PRAIA

Ação voluntária realiza mutirão de limpeza de praias em Búzios

LIMPEZA DE PRAIA

Ação voluntária realiza mutirão de limpeza de praias em Búzios

LANÇAMENTO

Paulo Cotias lança “12 lições contra o neofascismo” nesta terça-feira (16)

LANÇAMENTO

Paulo Cotias lança “12 lições contra o neofascismo” nesta terça-feira (16)

CURSOS

Parceria entre Prefeitura de Cabo Frio e Sindcom disponibiliza 74 vagas para Escola Móvel de Gastronomia do Senac RJ

CURSOS

Parceria entre Prefeitura de Cabo Frio e Sindcom disponibiliza 74 vagas para Escola Móvel de Gastronomia do Senac RJ

CAMPANHA DE VACINAÇÃO

Dia D de Vacinação contra a gripe em Cabo Frio alcança a marca de 2.200 doses aplicadas

CAMPANHA DE VACINAÇÃO

Dia D de Vacinação contra a gripe em Cabo Frio alcança a marca de 2.200 doses aplicadas

CAMPANHA DE VACINAÇÃO

Dia D de Vacinação contra Influenza imuniza 1.655 aldeenses

CAMPANHA DE VACINAÇÃO

Dia D de Vacinação contra Influenza imuniza 1.655 aldeenses

INAUGURAÇÃO

Shopping Plaza Rio das Ostras inaugura nesta terça-feira (16)

INAUGURAÇÃO

Shopping Plaza Rio das Ostras inaugura nesta terça-feira (16)

Veja também

Rolar para cima